Quatro foragidos da Justiça são presos após serem identificados pelo sistema de reconhecimento facial do Vigia Mais

Quatro foragidos da Justiça são presos após serem identificados pelo sistema de reconhecimento facial do Vigia Mais
A tecnologia de reconhecimento facial do programa Vigia Mais MT, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), identificou e levou à prisão, na noite desta quarta-feira (03.07), mais quatro pessoas foragidas da Justiça.

As prisões, de quatro homens (de 37, 43, 42 e  45 anos), ocorreram durante a partida do Cuiabá com o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro de Futebol, na Arena Pantanal, na capital mato-grossense.

Com essas, já são 11 prisões pelo reconhecimento facial, desde abril deste ano, quando o sistema entrou em teste na Arena Pantanal, por meio de parceria da Sesp com a Coordenadoria de Tecnologia da Polícia Civil, empresa FacePass e o Cuiabá Esporte Clube.

No estádio há 14 câmeras que monitoram as áreas internas e externas, reforçando a segurança dos torcedores, atletas e todos aqueles que participam dos eventos esportivos.

O sistema de reconhecimento facial está conectado ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), que emite um alerta quando um foragido da Justiça passa pelas câmeras de videomonitoramento.

A Central de Monitoramento, então, faz uma série de conferências manuais junto aos bancos de dados da Polícia Judiciária Civil e o Nacional de Mandados de Prisão(BNMP) do Conselho Nacional de Justiça(CNJ),  para evitar “falsos positivos”.

Somente após todas verificações, o Ciosp aciona o 10º Batalhão da Polícia Militar, anexo à Arena Pantanal, que faz a abordagem ao foragido da Justiça e o conduz para a Delegacia de Polícia Civil para as providências necessárias.

De acordo com o superintendente do Ciosp, delegado Cláudio Alvarez Sant’Ana, a Sesp começou as tratativas para implantação do serviço piloto na Arena Pantanal em novembro do ano passado, com a Coordenadoria de Tecnologia da Polícia Civil e a empresa FacePass, através de um investimento do Cuiabá Esporte Clube. “A Arena Pantanal é um local importante para esse tipo de trabalho devido à grande movimentação de pessoas”, explica o superintendente.

Todavia, o superintendente do Ciosp, delegado Cláudio Alvarez, destaca que há sistema de reconhecimento facial em teste em outros locais de Cuiabá, porém, esses ainda não serão divulgados.

O secretário de Segurança Pública, coronel PM César Roveri destaca que o objetivo é expandir o sistema de reconhecimento facial por meio das câmeras do Vigia Mais MT para todo Mato Grosso, seguindo a determinação do governador Mauro Mendes.

“O Governo do Estado investe pesado no combate à criminalidade e o programa Vigia Mais MT é um exemplo disso. Serão instaladas 15 mil câmeras, o software e o armazenamento das imagens que somam um investimento de R$ 30 milhões, para criar uma verdadeira muralha digital. A tecnologia é uma grande aliada da força humana e unimos essas duas ferramentas em prol da segurança da população mato-grossense”.

Vigia Mais MT 

O Governo do Estado está equipando os 142 municípios de Mato Grosso com 15 mil câmeras de videomonitoramento com objetivo de fortalecer as ações de segurança e reduzir os índices criminais. Sem nenhum custo, a Sesp concede câmeras de três modelos e cabe ao parceiro (prefeitura ou ente privado) arcar com custos da instalação, internet e manutenção.

A partir da integração com a Segurança Pública, as imagens captadas são compartilhadas, em tempo real, nas telas do Ciosp e em celulares funcionais dos policiais locais e outras pessoas autorizadas.

Por: Alecy Alves | Sesp-MT/ Foto: Daniel B Meneses/Secom-MT

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *