Após polemica sobre o BRT, Pinheiro chama os pré-candidatos à Prefeitura de “desiquilibrados”

Após polemica sobre o BRT, Pinheiro chama os pré-candidatos à Prefeitura de “desiquilibrados”

No quase fim de oito anos a frente da Prefeitura de Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), teceu duras críticas nesta sexta-feira (5) sobre o recente conflito entre os deputados Eduardo Botelho (União) e Lúdio Cabral (PT), ambos pré-candidatos, durante uma sessão ordinária na Assembleia Legislativa após polêmica com BRT.

Pinheiro classificou o episódio como “muito triste” e criticou os três deputados que disputam a prefeitura, chamando-os de desequilibrados. Ele somente se esqueceu de falar sobre o seu desempenho desequilibrado no comando do Alencastro, com uma péssima administração, a cidade no caos que se encontra e na área de saúde uma calamidade pública. Disse um deputado sobre a postagem.

O prefeito Pinheiro teceu críticas duras aos três deputados que são pré-candidatos à Prefeitura de Cuiabá – Eduardo Botelho (União), Lúdio Cabral (PT) e um terceiro não identificado. Ele os chamou de “desequilibrados” e disse que isso é uma “pena para Cuiabá”.

Pinheiro afirmou que os deputados já estão descumprindo seus compromissos ao se envolverem em disputas políticas antes mesmo de concluir seus mandatos na Assembleia. Ele ressaltou que eles prometeram em 2022 trabalhar pelo povo, mas agora estão desviando o foco para a corrida pela prefeitura.

O prefeito destacou que para administrar uma cidade como Cuiabá são necessários “muita responsabilidade, equilíbrio e articulação”, algo que ele diz não ver nos pré-candidatos, que quase “saíram no tapa” durante uma sessão na Assembleia.

Pinheiro enfatizou que “o equilíbrio, o bom senso e o equilíbrio emocional são pré-requisitos indispensáveis para um líder que deseja ser gestor” da cidade. Ele cobrou um comportamento adequado e equilibrado dos candidatos na disputa eleitoral.

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), esta sem forças politicas para apoiar algum candidato a sua sucessão na prefeitura de Cuiabá, por estar desgastado politicamente. O medo dele “EMANUEL” será de guando o próximo prefeito assumir e fazer um pente fino nas finanças da atual administração e ver o quanto é fundo o buraco que ele esta deixando. Diz um postulante ao cargo.

 

Redação JA/ Foto: reprodução

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *