TJ da inicio a Semana Nacional de Conciliação dos Juizados Especiais

TJ da inicio a Semana Nacional de Conciliação dos Juizados Especiais
“Vamos transformar o Complexo dos Juizados Especiais na Casa do Acordo. Este é o meu desafio nesses 150 anos de Tribunal de Justiça mato-grossense. Nós precisamos fazer disso um diferencial”. Foi com este chamado que a presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargadora Clarice Claudino da Silva, ressaltou a importância do papel dos mediadores e conciliadores que lotaram o auditório do Complexo dos Juizados Especiais, na manhã desta segunda-feira (17 de junho), na abertura da 1ª Semana Nacional dos Juizados Especiais, na manhã desta segunda-feira (17), no Auditório do Complexo dos Juizados Especiais “Desembargador José Silvério Gomes”.
A presidente destacou que o Juizado Especial representa uma esperança, que surgiu há mais de 14 anos, por parte de pessoas que buscavam uma “justiça mais próxima do cidadão e que oferecesse a ele um ambiente descomplicado”.

Os Juizados Especiais lidam com processos de menor valor e menos complexidade, mas têm grande importância, pois representam uma grande parte dos processos em trâmite no judiciário mato-grossense. Diz Gisela durante a abertura da Semana Nacional dos Juizados Especiais na manhã desta segunda-feira (17), no Auditório do Complexo dos Juizados Especiais “Desembargador José Silvério Gomes”.

A presidente da OAB-MT, Gisela Cardoso, destacou a necessidade de avanços no Núcleo 4.0 do Juizado, uma nova cultura e um novo momento, que já chegou a 67 comarcas, mas precisa melhorar e buscar cada vez mais efetividade.

A presidente do TJMT, desembargadora Clarice Claudino da Silva, lançou o desafio de transformar o Juizado Especial na “casa do acordo”, com o objetivo de melhorar os índices de conciliação, lembrando que os Juizados Especiais nasceram da esperança de que a justiça chegue de fato para todos.

Diversas autoridades ligadas ao judiciário e à advocacia participaram do evento, incluindo o presidente da Comissão de Juizados Especiais, Diogo Pécora.

Segundo a desembargadora Clarice, há a necessidade de aprimorar os Juizados Especiais em Mato Grosso, buscando maior efetividade, conciliação e acesso à justiça para a população.

 

Redação JA / Foto: reprodução

Clique abaixo e leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *