VÁRZEA GRANDE: Lucimar Campos e vice são cassados por abuso de poder econômico

05/09/2018 – A prefeita de Várzea Grande Lucimar Campos (DEM) e o vice dela, José Hazama (PRTB), voltaram a ter os mandatos cassados por abuso político durante as eleições de 2016.

A decisão é do juiz Carlos José Rondon Luz, da 20ª Zona Eleitoral, e foi proferida nesta segunda-feira (3). Apesar da decisão, a prefeita continuará no cargo.

Essa é a terceira vez que eles são cassados pela Justiça Eleitoral. Nas duas primeiras, prefeita e vice recorreram. A defesa de Lucimar afirma que não teve acesso aos autos, mas que provará sua inocência.

Na sentença, o magistrado determinou que Lucimar e Hazama deixem o Paço Couto Magalhães, sejam considerados inelegíveis por 8 anos e que novas eleições sejam convocadas no Município após o trânsito em julgado da decisão.

O juiz ainda determinou a inelegibilidade, pelo mesmo período, de seis secretários e ex-secretários da gestão da democrata e que todos os réus sejam investigados por improbidade administrativa. São eles: Pedro Marcos Campos Lemos, Luiz Celso de Moraes, Kathe Maria Martins, Luiz Soares, Helen Faria Ferreira e Eduardo Abelaira Vizotto.

DEFESA

O advogado Ronimárcio Naves, que atua na defesa da prefeita, emitiu a seguinte nota de esclarecimento:

“Em razão de matérias informando a existência de uma nova sentença de condenação exarada pelo Juiz Eleitoral Carlos José Rondon Luz da 20 Zona Eleitoral de Várzea Grande em desfavor da Prefeita Lucimar Campos:

Alair Ribeiro/MidiaNews

Ronimárcio e Israel

O advogado Ronimárcio Naves, que irá recorrer da decisão

A defesa da Prefeita Lucimar Campos tomara conhecimento da sentença de forma oficial junto ao Cartório Eleitoral no dia de amanhã;

 

A defesa da Prefeita Lucimar Campos promoverá os recursos cabíveis a fim de comprovar a sua mais completa inocência;

 

A Prefeita Lucimar Campos declara que não praticou, não autorizou, não teve conhecimento de nenhuma irregularidade em sua campanha, sendo que a sua expressiva votação foi resultado exclusivo da vontade livre, independente e democrática do povo de Várzea Grande; e

 

A Prefeita Lucimar Campos continuará normalmente no exercício de suas funções, trabalhando diuturnamente pelo bem do povo de Várzea Grande”.

 

Ronimarcio Naves Advogados

5, setembro, 2018|