Tribunal divulga notas das provas de sentenças civil e criminal do concurso da magistratura

As notas das provas de sentenças civil e criminal da segunda etapa do concurso público para ingresso na carreira da magistratura de Mato Grosso foram divulgadas na tarde desta sexta-feira-feira (9 de agosto), no Plenário 1 do Tribunal de Justiça, em Cuiabá, por representantes da Vunesp, empresa responsável pelo concurso. A sessão pública contou com a presença do desembargador-presidente, Carlos Alberto Alves da Rocha e os membros da comissão do certame. Os nomes dos aprovados serão disponibilizados no Diário da Justiça Eletrônico (DJE), na segunda-feira (12 de agosto).

 Os candidatos precisam ficar atentos aos prazos de verificação das provas 14 e 15 (quarta-feira e quinta-feira de agosto) e posteriormente ao prazo para interposição de recursos que serão nos dias 16 (sexta-feira) e 19 (segunda-feira). Quem explicou foi o gestor de projetos da Vunesp, Hamilton Heck.

 A conciliadora da Vara de Família de Várzea Grande, Renata Auxiliadora, pôde ver o seu nome entre os aprovados na segunda fase. Emocionada narrou que a felicidade de passar aqui em Mato Grosso é inexplicável. “Foram cinco anos estudando, com várias e várias reprovações fora de casa. Tentei no país inteiro e consegui passar aqui no meu estado. É uma alegria muito maior do que eu já pude imaginar. Minha família que viu meu esforço dia após dia e minha dedicação! Eles ficarão maravilhados quando eu contar essa notícia. Agora vou aproveitar para me dedicar ainda mais nos meus estudos, falta muito pouco para conquistar o meu sonho. Deixar a adrenalina baixar e me focar na prova oral que é a fase final dessa luta de tantos anos”, narrou.

 Depois do prazo de recursos (se forem interpostos) haverá a fase da inscrição definitiva, onde os candidatos terão que apresentar a documentação comprovando os requisitos para preencher o cargo de juiz substituto. Posteriormente virá a prova oral, que é feita com a comissão do concurso. O processo de seleção se encerra com a apresentação de títulos que é apenas classificatória. 

O concurso – O certame teve início em novembro do ano passado, com 5 mil candidatos que realizaram a primeira fase (prova objetiva). Foram disponibilizadas nove vagas, mais cadastro de reserva. As provas discursivas e de sentença cível e criminal foram realizadas nos dias 10, 11 e 12 de maio.

 

Por; Ulisses Lalio (texto e fotos)

Coordenadoria de Comunicação do TJMT

10, agosto, 2019|