Trabalhadores do HUJM suspendem a greve

Os trabalhadores do HUJM decidiram por manter a suspensão da greve e entrar em permanente mobilização e vigília contra o fim da jornada flexibilizada. Uma liminar obtida pela Ebserh no sábado (23.02) considerou ilegal o movimento paredista dos trabalhadores do regime jurídico único, porém, as informações que o Judiciário recebeu estão equivocadas.

“A Ebserh agiu de forma rasteira. Em momento algum a greve fechou setores, ao contrário, entregamos uma escala onde todos os setores funcionam normalmente. Eles prestaram informações erradas para o Poder Judiciário, e nós vamos provar isso. A greve está suspensa, mas a nossa mobilização não, ela vai crescer muito ainda”, destacou o coordenador geral do Sintuf-MT, Fábio Ramirez.

Confira abaixo o vídeo do coordenador explicando os próximos atos do movimento:

https://www.youtube.com/watch?time_continue=95&v=y7tpvdu6Hv4

 

 

Por; Daniel Dino

 

26, março, 2019|