Thaisa jogadora do Milan, analisa Itália espera sair vitoriosa neste confronto

No Campeonato Italiana a meia Thaisa conquistou feitos inéditos. Ao lado das companheiras de equipe formou o primeiro time da história do Milan FC. A atleta também foi a primeira brasileira a atuar no clube. Após um ano “de muito aprendizado na Itália” – como ela mesma descreve- , nesta terça-feira (18), a paranaense terá um desafio grande pela frente, buscar junto com as companheiras de Seleção a classificação para as oitavas de final em cima das italianas.

Na equipe europeia, Thaisa terá como adversárias seis jogadoras de clube. Se no Italiano, juntas levaram a equipe ao terceiro lugar geral, desta vez, estarão em lados opostos e com interesses bem distintos.

“Vai ser uma experiência diferente, será a primeira vez que jogarei contra elas. Mas dentro de campo é rivalidade, e eu espero sair vencedora”

Em um ano no Milan, Thaisa acredita que a escola italiana ajudou muito no seu futebol. Aos 30 anos, a meio-campista disputa a segunda Copa do Mundo da carreira. Esteve na campanha de 2015, além de ter participado dos Jogos Rio 2016.

– Eu acho que o futebol italiano agregou no meu jogo a parte tática, eles têm algo a mais e são conhecidos pela tática. Esse estilo italiano eu aprendi e tem agregado muito no meu estilo de jogo. Acho que vai ser difícil, elas estão bem taticamente, mas nós temos muito potencial. A gente tem estudado muito elas e vamos determinadas para uma vitória – conta a camisa 5 da Seleção.

Na Seleção Brasileira, Thaisa é a responsável por dominar o meio-campos ao lado de Formiga. Para esse duelo, no entanto, não terá a presença da companheira em campo. Após dois cartões amarelos, a camisa 8 do Brasil está suspensa da partida.

– Eu tenho certeza que quem o professor Vadão escolher para a vaga vai dar  fazer o melhor. A gente tem tudo para conseguir essa vitória. A Formiga é uma perda grande, mas a gente está numa Seleção e acredito que quem está no banco também é bem competente para entrar e não deixar esse nível cair – analisa Thaisa.

Treino

Neste domingo (16), a Seleção Feminina treinou com o grupo completo no Stade Jean Jacques, em Lille. A comissão técnica priorizou o trabalho tático da equipe já focado no duelo com a Itália. Apenas os 15 minutos iniciais foram abertos para a imprensa.

As atacantes Andressa Alves e Cristiane, além da zagueira Kathellen fizeram trabalho a parte. Já a volante Formiga, suspensa da próxima partida, se recupera de um entorse no tornozelo esquerdo. A atleta não treinou e está realizando fisioterapia no Departamento Médico da Seleção Feminina. 

Situação do Grupo C

A Itália já está classificada para as oitavas de final, após vencer os dois primeiros duelos da fase de grupos, e totalizar 6 pontos. O Brasil está na segunda colocação, com 3 pontos e saldo de 2 gols. Logo em seguida vem a Austrália, com também 3 pontos conquistados e 0 de saldo de gol. Em quarto está a Jamaica, com nenhum ponto.

Última rodada

Terça-feira – 18 de junho de 2019

Brasil x Itália – 21h I Stade du Hainaut, Valenciennes

Jamaica x Austrália – 21h I  Stade des Alpes, Grenoble

 

Fonte; CBF

17, junho, 2019|