Sema e Ibama apreendem meia tonelada de peixes e resgatam 18 tartarugas em MT

Meia tonelada de pescado foi apreendida em operação realizada por fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), em parceria com a polícia Militar em Barra do Garças. Dois comerciantes foram autuados pelo transporte com guia irregular de 224 quilos de pirarucu, que foram doados à obras sociais de Novo Santo Antônio.

Durante a operação também foram resgatadas e liberadas 18 tartarugas e apreendidos 14 conjuntos de canoas e motores de popa. As apreensões ocorreram entre 24 e 30 de maio nos municípios de Novo Santo Antônio e Ribeirão Cascalheira, as margens do rio Araguaia e do rio das Mortes. Uma pessoa foi autuada por captura ilegal de tartaruga teve seu barco e motor apreendido.

Moacir Couto Filho, diretor da Unidade Desconcentrada de Barra do Garças, destacou a importância da operação. “Ações como essa que aconteceu no vale do Araguaia na extensão dos rios das Mortes e do rio Araguaia e que visam reprimir a pesca predatória são de extrema importância para coibir esse tipo de crime ambiental”.

Um dos coordenadores da operação, Leandro Nogueira, do Ibama, afirmou que apesar do êxito da ação, o resultado é preocupante. “Os principais registros são o descontrole na entrada e saída de turistas, as construções irregulares de ranchos nas APPs de pessoas de fora dos municípios e o funcionamento de pousadas ilegais. Todos estes são fatores que não geram empregos ou que promovam incremento na economia local, restando aos municípios apenas lixo e redução do estoque pesqueiro”, alertou.

Resultado da operação

Ao final da ação foi totalizado a apreensão de 14 conjuntos de canoas e motores de popa, 510 kg de peixes, 87 conjuntos de varas de pesca, 126 anzóis, um freezer, sete caixas térmicas, uma caminhonete e o resgate de 18 tartarugas.

Os fiscais flagraram um total de 50 pessoas entre pescadores, comerciantes e piloteiros em atividade ilegal de pesca ou caça. Caravanas de pescadores de fora do estado representaram a maioria das autuações.

 

Por; Lucas Gabriel Amorim | Sema-MT

Rio Araguaia – Foto por: Secom/MT

4, junho, 2019|