Sem dificuldades, Inter derrota o Nacional e garante quartas

Internacional está nas quartas de final da Libertadores da América. Após vencer o jogo de ida, o Colorado venceu o Nacional por 2 a 0 e carimbou o seu passaporte para a próxima fase.

Agora, o Inter espera o vencedor do confronto Flamengo e Emelec para descobrir qual será o adversário na próxima etapa.

O Internacional entrou pilhado dentro de campo. Sem deixar o rival crescer, o Colorado se impôs diante da própria torcida e apresentou uma postura ofensiva. A recompensa veio aos 16 minutos, quando D’Alessandro cobrou escanteio e Moledo testou para o fundo da rede.

O gol deu tranquilidade ao time brasileiro, que de maneira inteligente, não recuou e manteve o Nacional longe de sua área. Aos 33 o Inter teve um gol anulado. Após troca de passes, Nico López estufou as redes, porém o bandeira deu condição irregular de Uendel no começo da jogada.

Pouco depois, Nico López novamente teve a chance de ampliar. O camisa 7 recebeu em velocidade e parou no goleiro Mejía, que fez ótima defesa com o pé.

Rodrigo Moledo abriu o placar para o Inter.
Rodrigo Moledo abriu o placar para o Inter.

Foto: Diego Vara / Reuters

Nos acréscimos o VAR entrou em cena. Edenilson invadiu a grande área e tocou para Nico, em posição irregular. O uruguaio bateu na saída de Mejía e marcou o gol, que foi anulado pelo árbitro de vídeo.

No segundo tempo o Nacional resolveu se soltar. Com a necessidade de marcar dois gols, o Bolso adiantou o posicionamento e ocupou o campo do Inter. O problema era o espaço deixado na defesa, que por muito pouco não se transformou em golaço de D’Alessandro.

Diante de um rival estéril, o Inter aproveitava os espaços do contra-ataque e chegou perto com Nonato. O volante, que havia acabado de entrar, recebeu na intermediária, cortou o zagueiro e viu o seu chute balançar a rede pelo lado de fora.

No fim, com o duelo decidido, o Internacional encaixou um contra-ataque mortal e Paolo Guerrero deu números finais ao jogo, 2 a 0.

INTERNACIONAL 2 X 0 NACIONAL

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)

Data-Hora: 31/7/2019 – 19h15

Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)

Auxiliares: Juan Belatti (ARG) e Maximiliano Del Yesso (ARG)

VAR: German Delfino (ARG)

Público/renda: 44.937 pagantes/R$ 3.085.090

Cartões amarelos: Bruno, Nonato (INT), Corujo, Gabriel Neves (NAC)

Cartões vermelhos: –

Gols: Rodrigo Moledo (16’/1ºT) Paolo Guerrero (49’/2ºT)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Bruno, Victor Cuesta, Rodrigo Moledo e Uendel; Rodrigo Lindoso (Nonato, aos 24/2ºT), Edenilson, Patrick, D’Alessandro (Wellington Silva aos 44/2ºT) e Nico López (Rafael Sobis, aos 18/2ºT); Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann.

NACIONAL: Meijía; Cotugno, Corujo, Felipe Carvalho e Viña; Rafael García, Gabriel Neves, Zunino (Sebastián Fernández, aos 33/2ºT), Lorenzetti (Barrientos, aos 27/2ºT) e Kevin Ramirez (Chory Castro, aos 22/2ºT); Bergessio. Técnico: Álvaro Gutiérrez.

 

Fonte LANCE/ Foto;  Diego Vara / Reuters

1, agosto, 2019|