Ribeirinho Cidadão: Parceiros recebem certificados

28/08/2018 – O auditório do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Gervásio Leite, sediou a entrega dos certificados aos parceiros da 11ª Edição do projeto Ribeirinho Cidadão, realizado pelo programa Justiça Comunitária. A ação foi desenvolvida em duas etapas (fluvial e terrestre) e contou com mais de 10 mil atendimentos (entre acesso à justiça, à cidadania, conscientizações ambientais e acesso à saúde). O evento reuniu representantes da Defensoria Pública, Ministério Público, Defesa Civil do Estado, Marinha, Exército, prefeitos dos municípios atendidos entre outras autoridades e parceiros que contribuíram pra a realização dessa edição.

 

O juiz coordenador do programa Ribeirinho Cidadão, Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, enalteceu o trabalho conjunto de todos. “Essa entrega de certificados representa o nosso ápice, pois estamos agradecendo publicamente a todos os parceiros de instituições públicas e privadas que nos ajudaram na realização desse projeto. Essa é nossa forma de mostra nossa gratidão e também fidelizar nossos atuais parceiros para que possamos ampliar as próximas edições. Temos cidadãos à margem da sociedade, muitos nem sabem de seus direitos. A justiça não é só aquela que julga os processos, mas aquela que dá a cada um – o que é seu de direito”, pontuou o magistrado.

 

O presidente do TJMT, desembargador Rui Ramos Ribeiro, deu ênfase para a realização do evento oficial de reconhecimento dos servidores e parceiros do Ribeirinho Cidadão. “Hoje entregamos esses certificados que é o fechamento de um trabalho que foi desenvolvido a duras penas. Houve muito esforço de servidores, militares e apoiadores do nosso Estado para a concretização desse trabalho. Então nada mais justo que o reconhecimento dessas pessoas que deram tudo de si para fazer dar certo”, denotou.

 

Rui Ramos falou também que está abrindo caminho para que a realização do próximo Ribeirinho englobe localidades nunca antes visitadas. “Na próxima edição nós estamos pensando em levar atendimentos a mais lugares, onde ainda não foram alcançados. Há certo momento que haverá o saturamento em regiões muito visitadas, por isso devemos estender um pouco. Uma forma que o Judiciário possa encontrar de levar as obrigações do poder público”, disse.

 

O vice-diretor-geral do TJMT, Eduardo Campos, agradeceu o empenho de todos os servidores que participaram do projeto. “Nós sabemos que cada pessoa que participou desse projeto doou um pouco de si para o bem estar da população mato-grossense. Foram dias longe de casa, enfrentado condições meteorológicas diversas, enchentes e viagens longas por estradas alagadas e de barco. Então cada um dos nossos parceiros merecem o real reconhecimento desta instituição e de todos que foram atendidos”, falou Eduardo.

 

A defensora pública que trabalhou nessa edição do Ribeirinho, Corina Pissato, relembrou que a parceria foi primordial para a realização do projeto. “Nós conhecemos a realidade dos pantaneiros, dos ribeirinhos e sabemos que sem as parcerias não conseguimos levar tantos atendimentos”, ponderou.

 

Números

 

A XI Edição do Ribeirinho Cidadão, em 2018, viabilizou 10.121 atendimentos principalmente, médicos e odontológicos. Também foram distribuídos 12.193 medicamentos, 1.845 óculos; 2.412 livros/cartilhas e 4 mil mudas além da coleta de resíduos sólidos: 7.500 kg.

 

Os patrocinadores da XI edição foram o Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Juvam – Juizado Volante Ambiental de Cuiabá; Ministério Público Estadual, o Jecrim -Juizado Especial Criminal de Cuiabá e a Cooperativa de Desenvolvimentos Minerais de Poconé. Foram investidos mais de R$ 200 mil. Ao todo são 35 parceiros entre instituições públicas municipais, estaduais e federais e privadas que contribuem para a realização da ação de cidadania nos municípios de Santo Antônio de Leverger, Poconé e Barão de Melgaço. Entre eles, Defensoria Pública Mato Grosso, Tribunal Regional Eleitoral – TRE, 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil, Exército do Brasil – 13º Brigada de Infantaria Motorizada, Colônia de Pescadores Z5 / AMEC e SICOOB.

 

Por; Ulisses Lalio

28, agosto, 2018|