Professores da Rede Municipal de Vera passam por nova etapa de formação na área da educação especial

Nesta terça-feira (03) os professores e monitores dos CMEIs do município de Vera, do ensino municipal se reuniram no Centro de Eventos Olímpio Giacomelli, onde receberam a nova etapa da formação na área da Educação Especial. A formação foi realizada pela Dione Emília Correia Boing, que é formadora da área de Educação Especial do CEFAPRO de Sinop. De acordo com a formadora este momento é fundamental para evolução da Educação Especial que ainda é um grande desafio.

“Eu acho muito importante esta formação para os educadores. A gente fez esta parceria com o município, para uma formação de três momentos por que a área da educação especial é muito abrangente para ser realizado apenas um momento desses. Para o CEFAPRO é importante o estabelecimento dessas parcerias por que não é só a rede estadual que poder ser atendida e contemplada com as formações. E sabemos que a educação especial precisa estar sempre em movimento, em atualização dos conhecimentos. E hoje eu vim fazer a segunda parte desta formação que a princípio trabalhamos o contexto histórico da educação especial. E neste momento vamos trabalhar com os princípios do DUA que é desenho universal para aprendizagem. São técnicas que favoreçam aquele aluno da educação especial dentro da sala regular. Orientando de que forma o professor conduz as suas aulas para que possa atender todos os alunos ao mesmo tempo”, destacou a Formadora.

A secretária de Educação de Vera Cecilia Gabriela Moraes, ressaltou que esta formação é um anseio dos educadores. “Esta formação especificamente como é de educação inclusiva ela é de suma importância, primeiro por que foi uma solicitação dos profissionais da educação desde o ano passado nos nossos levantamentos de sugestões quais são as temáticas para desenvolvermos e também pelo próprio assunto que é especial. E que precisamos muito ter este conhecimento, este preparo para que a gente possa trabalhar com os nossos alunos, buscando a inclusão mesmo. Por que a inclusão na escola é democrática, é social, é da aprendizagem como uma todo”, expôs Gabriela.

Para a professora Eliana Antônio a formação e a atualização na área da educação especial é fundamental para o educador uma vez que na formação acadêmica ou na especialização as vezes faltam informações específicas sobre o tema. “Eu vejo que cada dia mais a gente recebe essa clientela na escola então a gente precisa conhecer para poder atender melhor, para poder trabalhar melhor com eles. Então essa formação  para nos professores é importantíssima por que na formação de pedagogia, ou na especialização as vezes não te traz o conhecimento suficiente para você poder trabalhar com o aluno. E temos que estar sempre em busca, aprendendo mais estudando. E precisamos de momentos como este para se preparar melhor para atender ao aluno”, concluiu Eliana.

 

Por; Dieny Vieira

4, setembro, 2019|