Prisões de Arcanjo, Frederico Muller e mais 25 são mantidas em audiência de custódia

O juiz Jorge Tadeu realizou na tarde desta quarta-feira (29), no fórum de Cuiabá, audiências de custódia que manteve prisões decretadas contra 27 pessoas envolvidas com o jogo do bicho. Mais três nomes presos no Rio de Janeiro, São Paulo e Sinop passaram por audiências nos respectivos municípios.  Entre os detidos estão João Arcanjo Ribeiro e Frederico Muller Coutinho. Segundo informações do Tribunal de Justiça, três alvos seguem foragidos.

O magistrado desmembrou o caso em duas audiências de custódia. A primeira teve início por volta das 16h20. Exatos 11 presos ligados a Frederico Muller participaram.

Na oportunidade, presos pediram encaminhamento ao Centro de Custódia de Cuiabá em decorrência do curso superior. Advogados de duas mulheres solicitaram a conversão da prisão preventiva em prisão domiciliar, por ambas terem filhos menores de 12 anos. O magistrado considerou os documentos e autorizou a alteração com restrições e monitoramento eletrônico. Fonte e foto; Olhardireto

A operação

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Fazenda e Crimes Contra a Administração Pública (Defaz) e da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), deflagrou na manhã desta quarta a Operação Mantus, com o escopo de prender duas organizações criminosas envolvidas com lavagem de dinheiro e com a contravenção penal denominada jogo do bicho. Fonte  Foto; Olhardireto

29, maio, 2019|