Primeiro Seminário de Direito de Polícia Judiciária é realizado em Alta Floresta

A Polícia Judiciária Civil realizou em Alta Floresta, o 1º Seminário de Direito de Polícia Judiciária, nos dias 2 e 3 de abril. O evento realizado pela Academia de Polícia Judiciária Civil (Acadepol), em parceria com outras instituições, contou com a participação de aproximadamente 200 pessoas, entre acadêmicos de direito e policiais civis das regionais de Alta Floresta, Sinop e Guarantã do Norte.

As palestras foram ministradas no auditório da Faculdade de Direito de Alta Floresta pela promotora Luciana Freitas do Ministério Público Estadual, pelo juiz Roger Augusto Bim Donega do Poder Judiciário, pelo defensor Jardel Mendonça Santana da Defensoria Pública e também da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso (OAB/MT). A programação também contou com palestras realizadas pelos Sindicados dos Delegados, Escrivães e Investigadores de Polícia.

O diretor adjunto da Acadepol, Bruno Barcellos, realizou a palestra sobre Direito Policial no Estado de Direito. Para o delegado, é importante despertar o interesse da comunidade para a questão da investigação criminal como mote principal, além de divulgar o trabalho desenvolvido pela Polícia Judiciária Civil. “Pretendo realizar o Seminário em outras regionais, inclusive um Congresso na Capital”, pontuou.

O delegado Carlos Francisco de Moraes, titular da Delegacia Municipal de Alta Floresta, disse que o objetivo foi entender a polícia como protetora das garantias constitucionais dos direitos fundamentais. “A integração de conhecimento entre os diversos órgãos quanto a percepção do público”, ressaltou o delegado.

A delegada regional de Alta Floresta, Ana Paula Reveles, destacou a importância da realização do seminário para os policiais civis da regional, visto que o município de Alta Floresta é distante da Capital e todos tiveram a oportunidade de participar. “Cursos de aperfeiçoamento profissional são essenciais para aprimorar o conhecimento dos policiais, além de melhorar cada vez mais nossos meios de atuação, resultando em um produto final cada vez mais qualificado”.

Durante o evento foi ministrado também o Workshop em Armas de Fogo e Tiro Policial e nesta quinta-feira (04.04), foi disponibilizado aos policiais civis o curso prático de tiro realizado em um estande do município. Da Assessoria PJC

4, abril, 2019|