Presidente Carlos Alberto se reúne com equipe e cobrará resultados

15/01/2019 – O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha se reuniu, na manhã desta terça-feira (15 de janeiro), com juízes auxiliares e coordenadores da instituição para alinhamento estratégico do judiciário mato-grossense. Durante a reunião, que ocorreu na Sala de Reuniões da Presidência, no Palácio da Justiça, foram apresentados o plano de gestão e o plano de 100 dias, este último, o grande desafio, onde os resultados serão cobrados por parte do chefe do judiciário.

Acompanhando de perto o andamento de todas as ações desenvolvidas pelas áreas do TJMT, durante as reuniões periódicas que têm sido realizadas desde o período de transição, o desembargador Carlos Alberto disse que este será um ano de muitos desafios.

“Eu gosto de desafios e a atual situação do Estado nos impõe inovar, criar com pouco, e é isso  que estamos procurando fazer, principalmente nessas reuniões com os coordenadores, para ver os projetos que foram elaborados para toda a gestão com enfoque principalmente na redução de custos para que consigamos colocá-los em prática durante o ano e prestar um bom serviços à sociedade”, afirmou o magistrado.

O desembargador presidente solicitou empenho na entrega dos trabalhos e disse que fará as cobranças necessárias para que haja evoluções e se obtenha os resultados que estão no planejamento da gestão 2019/2020.

“Vamos cobrar dos envolvidos nos projetos o resultado que foi colocado no cronograma, com os custos planejados. Vamos buscar soluções com o máximo de ideias, com criatividade, fazer mais com menos para melhor entrega dos nossos serviços”, comentou.

Foram apresentados o cenário do Poder Judiciário, a governança estratégica, metas da Justiça Estadual, o Plano de 100 dias e os próximos passos a serem executados pelas áreas.

A reunião integra o ritmo intenso de trabalho da atual administração e o modelo de governança na qual o acompanhamento de projetos têm vários níveis de verificação, passando pela gerência (reunião N3); liderança, juízes auxiliares, diretora-geral e vice-diretor-geral (reunião N2); e culmina na presidência para a tomada de decisão (reunião N1).

Participaram da reunião os juízes auxiliares da Presidência, Luiz Octávio Sabóia, Túlio Duaillibi Agamenon Alcântara Moreno Júnior (Central de Precatórios), o juiz Ouvidor, Rodrigo Curvo, coordenadores, diretores e servidores do TJMT.

; Po Dani Cunha/ Fotos: Ligia Saito

Coordenadoria de Comunicação do TJMT

15, janeiro, 2019|