OAB VG lança 3ª Concurso de Redação com temática voltada à preservação ambiental

“O que são resíduos sólidos? O que fazem ao meio ambiente? Como proteger o meio ambiente?”. Esses são os temas norteadores do 3º Concurso de Redação lançado pela Subseção de Várzea Grande da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso. O projeto acontece em parceria com a prefeitura de Várzea Grande e serão mais de 470 crianças integrantes.
    A iniciativa consiste em levar palestras, por meio das comissões da Jovem Advocacia e do Meio ambiente da OAB Várzea Grande, juntamente com membros das secretarias municipais de Educação, Cultura, Esporte e Lazer e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, aos estudantes do 5º ano de cinco escolas municipais da cidade.
    Durante as palestras, os alunos serão incentivados a escrever redações sobre os temas propostos. Os três melhores textos serão premiados pelos realizadores. O projeto também conta com a parceira da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Várzea Grande (ASSCAVAG).
    A Escola Emanuel Benedito de Arruda, no bairro Jardim Costa Verde, recebeu a equipe da OAB VG na manhã desta quarta-feira (14). Os estudantes puderam conhecer o projeto e aprofundar conhecimentos sobre as temáticas propostas.
  img  “O objetivo, além da redação ser uma das formas de incentivá-los nas criações textuais e serem premiados por isso, é auxiliar na fixação da matéria, oportunizando a discussão da importância da educação ambiental na escola”, salientou a presidente da subseção, Flávia Moretti.
    Discutir os resíduos sólidos, tema presente no cotidiano dos alunos, de forma lúdica pode contribuir para a compreensão da História do Brasil e do mundo, envolvendo assuntos como a Revolução Industrial, como destacou a advogada. “Além dos pontos positivos, já que transformou definitivamente a sociedade em que vivemos, trouxe pontos negativos, como o crescimento desordenado dos municípios e a falta de saneamento básico adequado para atender à demanda da imensa quantidade de resíduos gerados”, pontuou.
    A partir da reflexão, a apresentação aos alunos passa a abordar a classificação dos resíduos, os números no mundo, a posição do Brasil e a conscientização de cada um para adotar práticas em suas casas, na escola e em todos os espaços que convivem. “E, assim, colaborarem com o Sistema 5 Rs, ou seja, repensar, recusar, reciclar, reduzir e reutilizar. Repensar sobre os gargalos da produção e do consumo exacerbado na sociedade, recusando produtos de origens escusas, reduzindo o consumo e, por fim, a reciclagem e a reutilização, com a coleta seletiva”, acrescentou Flávia Moretti.
    Além da teoria, a prática está sendo executada com a participação da ASSCAVAG, com a disponibilização de dispositivos de coleta de material reciclado para que as crianças realizem a entrega de materiais de casa, conforme orientação após a palestra.
    Por fim, após a realização das palestras a iniciativa traz oficinas práticas com dobraduras, demonstrando a reutilização de material descartado sob a Supervisão da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável.
img
Assessoria de Imprensa OAB-MT
20, agosto, 2019|