OAB-MT requer reforço e celeridade na investigação de assassinato de advogado em Sinop

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos, requereu à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) a apuração célere do assassinato do advogado Francisco Assis Dias de Freitas, vítima de tiros em sua residência, no município de Sinop, no dia 18 de março. Ele se reuniu com o secretário da Pasta, Alexandre Bustamante, na manhã da última sexta-feira (22), para solicitar reforço à equipe que investiga o crime.

    “O assassinato de um profissional da advocacia constitui grave atentado à justiça e ao estado democrático de direito”, reforçou o presidente no pedido, endossado pelos conselheiros estaduais da OAB-MT por Sinop, Diego Gutierrez de Melo e Henei Rodrigo Berti Casagrande, que o acompanharam na visita à Sesp, junto da vice-presidente da OAB-MT, Gisela Cardoso.
    Leonardo Campos relatou ao secretário de Segurança que, através do acompanhamento estreito dos fatos feito pela Subseção da OAB Sinop, há indícios de que o crime tenha sido uma execução. Em resposta, o secretário-ajunto de Inteligência da Sesp, Wylton Massao Ohara, informou que a Segurança está acompanhando uma sequência de crimes que ocorreu recentemente na região. “Foram muitos atos de violência. É um sinal amarelo para nós”, acrescentou.
    A possível falta de estrutura da Polícia Civil na região preocupa a OAB-MT para que haja a solução do assassinato, como comentou o presidente, tendo em vista que as investigações acontecem não somente na cidade de Sinop. Por isso, solicitou a designação de uma equipe exclusiva para acompanhar o caso ou para que preste apoio aos investigadores já em atuação.
    “Vamos saturar a região”, informou o secretário de Segurança Pública.
    A reunião também foi acompanhada pelo secretário-adjunto de Segurança, Carlos George de Carvalho
Redação JA com Assessorria
26, março, 2019|