Novos vazamentos citam jantar de ministro do STF com Moro e Dallagnol

Magistrado de terceira instância realizou jantar privado de ‘máxima discrição’ com julgador e acusador de processos da Lava Jato

O jornalista Reinaldo Azevedo divulgou, nesta terça-feira 16, em seu programa na rádio BandNews, novos diálogos entre o ex-juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol. Segundo o conteúdo veiculado, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, teria convidado Moro e Dallagnol a um jantar privado, que seria realizado em 9 de agosto de 2016.

A reportagem de Azevedo, em parceria com o site The Intercept Brasil, mostra um texto, escrito por Barroso, e repassado por Dallagnol a Moro. No convite, o ministro do STF pede “máxima discrição” sobre o evento e escreve: “Na medida do possível, desejamos manter como um evento reservado e privado”.

O encontro se daria para celebrar a participação de Barroso, Moro e Dallagnol no evento “Democracia, Corrupção e Justiça: Diálogos para um País Melhor”, ocorrido no Centro Universitário de Brasília (UniCEUB) e transmitido na internet. Segundo a reportagem, o ministro do Supremo, integrante de uma instância onde tramita parte dos processos da Lava Jato, teria consciência de que não cairia bem em público um jantar privado com acusador e julgador.

 

Fonte; Carta Capital/ Foto; Reprodução

20, julho, 2019|