Livro “Controvérsias Jurídico-Contábeis” ganhará nova edição que será lançada em novembro, na capital paulista

Após nove anos, a série “Controvérsias Jurídico-Contábeis” ganhará nova edição, produzida por Professores da Faculdade Fipecafi e da Universidade de São Paulo (USP), são eles: Alexandre Evaristo, Coordenador do MBA IFRS; Fábio Silva, Coordenador do MBA de Gestão Tributária; Fernando Murcia, Diretor da área de Consultoria e Pesquisa e Gustavo Vettorri, Professor da USP. O lançamento da obra acontecerá no dia 7 de novembro (quinta-feira), no espaço JK Eventos, em São Paulo (SP), durante o seminário Controvérsias Jurídico-Contábeis.

A obra levanta diversos pontos de aproximação e distanciamento que existem entre a área de direito e contabilidade. Nesta linha, o livro traz temas atuais e relevantes, como combinações de negócios, contratos de arrendamento, instrumentos financeiros e reconhecimento de receitas. Um dos coordenadores do projeto, Alexandre Evaristo, explica que as relações patrimoniais das sociedades empresárias, formadas pelas mais diversas transações econômicas, são objeto tanto do direito quanto da contabilidade. “Por isso, o direito irá regular os aspectos contratuais, societários e tributários de tais relações, ao passo que a contabilidade trará as regras de reconhecimento, mensuração e evidenciação de tais transações”, comenta.

A nova edição do livro trará contribuições para os profissionais tanto da área contábil, como, também, do setor jurídico. “Na área contábil, o livro traz contribuições acerca da interpretação de pronunciamentos contábeis, cuja vigência se iniciou nos anos de 2018 e 2019. Já para o setor jurídico, é importante ressaltar que as alterações das normas contábeis produzem diversos efeitos jurídicos, sobretudo com relação ao montante do lucro distribuível aos sócios e acionistas, assim como, no montante dos tributos devidos sobre o lucro”, explica o coordenador do MBA de gestão tributária, Fábio Silva.

Para Evaristo, o primeiro volume da série, publicado em 2010, teve duração de cinco anos, porém, se perdeu em um espaço para discussão qualificada entre contadores e advogados acerca de questões jurídico-contábeis, de forma que havia uma necessidade de mercado por um projeto semelhante. “Para unir um corpo técnico qualificado, tanto de contabilidade quanto de direito tributário, surgiu a oportunidade de duas instituições, nascidas para dar suporte aos departamentos da Universidade de São Paulo, viessem a encampar o projeto, isto é, a Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi) e o Instituto Brasileiro de Direito Tributário (IBDT)”, completa.

Silva comenta que a ideia é que a qualidade técnica da obra seja mantida, de forma que questões ainda controversas de temas que já foram discutidos anteriormente, possam ser, novamente, trazidas para o debate. “Nota-se que diversas normas contábeis tiveram a sua vigência iniciada nos últimos anos, de modo que elas serão tratadas pela primeira vez no “Controvérsias Jurídico-Contábeis”. Além disso, a realização conjunta da obra e do seminário, traz uma garantia de que os temas serão tratados por alguns dos maiores acadêmicos e profissionais do mercado”, ressalta.

O livro “Controvérsias Jurídico-Contábeis” será lançado durante o Seminário “Controvérsias Jurídico-Contábeis”, que contará com a participação de professores da USP e grandes nomes da área contábil e jurídica, dentre os quais podemos destacar o professor titular, Ariovaldo dos Santos; o professor e ex-diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Eliseu Martins; o professor titular de direito tributário, Luís Eduardo Schoueri; o professor e presidente do conselho consultivo do International Accounting Standards Board (IASB/Londres), Nelson Carvalho; o professor de direito, Roberto Quiroga, dentre outros.

SERVIÇO
“Seminário Controvérsias Jurídico-Contábeis”
Dia: 07 de novembro (quinta-feira);
Horário: das 8h às 18h;
Local: Espaço JK Eventos (Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1.327 — Itaim Bibi — CEP: 04543-011)
Inscrição: Clique aqui

Inscrição: Clique aqui

 

Da Assessoria

30, outubro, 2019|