Justiça condena manicure Lúbia Camilla Pinheiro Gorgete por associação ao crime

04/09/2018 – O juiz Jorge Luiz Tadeu, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, condenou a manicure Lúbia Camilla Pinheiro Gorgete, de 27 anos, a cinco anos de prisão, em regime semiaberto, pelo crime de organização criminosa.

A decisão foi publicada nesta semana. Lúbia é acusada de integrar uma quadrilha de assalto a bancos em Mato Grosso. O grupo foi desarticulado em maio do ano passado com a deflagração da “Operação Luxus” pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil.

Além dela, o magistrado também condenou outras 10 pessoas. São eles: Marcus Vinicius Fraga Soares, Gilberto Silva Brasil, Junior Alves Vieira, Cleyton Cesar Ferreiras de Arruda, Augusto Cesar Ribeiro Macaubas, Jurandir Benedito da Silva, Robson Antônio da Silva Passos, Juliender Batista Borges, Hian Vitor Oliveira Cavalcante e Kaio da Silva Nunes Teixeira.

O juiz absolveu os réus Thassiana Cristina de Oliveira, Diego Silva dos Santos, Elvis Elismar de Arruda Figueiredo e Dainey Aparecido da Costa.

Conforme denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), a quadrilha era liderada por Marcus Vinicius e Gilberto Brasil. Os demais eram contratados para executar os ataques, como uma espécie de “freelancers”.

Ainda segundo o MPE, o grupo lucrou mais de R$ 5 milhões em roubos e furtos praticados em pelo menos dez agências bancárias em Mato Grosso. Com o dinheiro proveniente dos roubos, os integrantes ostentavam com viagens, carros de luxo, passeio de helicóptero e barcos.

Texto ; THAIZA ASSUNÇÃO -MidiaNews

4, setembro, 2018|