Justiça Eleitoral cassa registro de candidatura de ex-BBB Marcos Harter (PSC)

07/09/2018 – O magistrado acolheu ao pedido da Procuradoria Regional Eleitoral, Assim o juiz Ricardo Gomes de Almeida, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), determinou nesta quinta-feira (6) a anulação da candidatura do médico Marcos Harter (PSC) que alega que o cirurgião não poderia estar participando do processo eleitoral, por seu nome não estar na lista de filiados do Partido Social Cristão, sigla que o lançou como candidato a deputado federal.

Conforme a procuradoria, a irregularidade impede que o partido lance o médico na disputa pela Câmara Federal na eleição de outubro.

A defesa do ex-BBB, médico Marcos Harter (PSC), que ficou conhecido em todo o país pelas suas participações nos reallity shows Big Brother Brasil, da TV Globo e A Fazenda, da TV Record, no ano passado. já havia alegado um equívoco, dizendo que ele foi filiado ao partido na cidade de Sorriso, no dia 6 de abril, e que problemas técnicos de comunicação na transmissão para Justiça Eleitoral pode ter causado algum problema.

O próprio TRE também já havia deferido o registro da candidatura de Harter, no entanto a procuradoria manifestou contra a decisão e pediu para que ela fosse revista pela corte.

“Conheço do agravo interno interposto pela douta Procuradoria Regional Eleitoral (ID 61657), posto se tratar de irresignação contra decisão monocrática que deferiu registro de candidatura nos presentes autos, em que há ação de impugnação pendente de julgamento. Analisando detidamente os argumentos da agravante, tenho que é caso de reconsideração da decisão monocrática, eis que em desacordo com a legislação vigente”, diz a decisão.

A defesa do cirurgião pode recorrer da decisão. Os registros de candidaturas tem a data limite para ser julgados até o dia 17 de setembro.

 

Da Redação/Foto;Reprodução

 

7, setembro, 2018|