Jornalista desaparecido é encontrado morto em terreno baldio, pode ter sido a pedradas

O jornalista Marcelo Leite Ferraz, de 38 anos, que estava desaparecido desde o último sábado (28), pode ter sido morto a pedradas. Ele foi encontrado no início da tarde desta segunda-feira (30), na região do bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) segue em diligências em busca de mais informações.
O delegado Fausto Freitas, da DHPP, disse ao Olhar Direto que a análise do local sugere que a vítima tenha sido morta a pedradas. “Para termos certeza, o exame do Instituto Médico Legal (IML) vai ter que confirmar. Encontramos pedregulhos, pedaços de concreto que tinham marcas de sangue”.

A equipe do delegado Fausto segue em diligências para tentar obter mais informações sobre a morte. “Por enquanto, é prematuro dizer alguma coisa. A família e pessoas próximas não citaram nada de desentendimentos recentes”.

Guto Ferraz Junior, irmão do jornalista, agradeceu o apoio de todos em uma mensagem no Facebook. “Obrigado a oração de todos, mas meu irmão foi assinado a pedradas… Deus abençoe a todos”. Antes, ele também havia relatado que a mãe estava sofrendo bastante.

O caso

O corpo do jornalista Marcelo Leite Ferraz, de 38 anos, que estava desaparecido desde o último sábado (28), foi encontrado no início da tarde desta segunda-feira (30), na região do bairro Bosque da Saúde. A vítima apresentava sinais de violência.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi encontrada por um morador de rua, que viu um corpo em um terreno Baldio, próximo a Cia Bosque da Saúde.

De acordo com a família, Marcelo saiu no sábado (28), por volta das 20h do apartamento onde morava, no bairro Jardim Aclimação, dizendo que iria encontrar alguns amigos na Praça da Mandioca, em Cuiabá e desde então não deu mais notícias.

Marcelo formou-se em jornalismo pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e foi um dos vencedores do Prêmio Mato Grosso de Literatura pelo romance ‘O Assassinato na Casa Barão’, em 2017. Além de ser o autor de outros seis livros.

30, setembro, 2019|