Horário de verão começará no início de novembro

17/10/2018  No começo do mês, o Palácio do Planalto comunicou a decisão de adiar o início do horário de verão para 18 de novembro, a pedido do Ministério da Educação (MEC). Porém, resolveu rever a decisão e manteve o horário de verão no dia 04 do mesmo mês.
O Governo Federal informou que o horário de verão não será adiado para o dia 14 de novembro, contrariando o que havia decidido no início do mês. Com isto, os relógios serão adiantados em uma hora no dia 04 de novembro deste ano. A mudança de data seria por conta do Exame Nacional do Ensino Médico (Enem), que acontece no mesmo fim de semana.

O Ministério da Educação queria evitar possíveis prejuízos aos estudantes que farão o exame, cuja primeira prova está marcada para 4 de novembro. O argumento é que a necessidade de adiantar os relógios em uma hora pode confundir os candidatos.

De acordo com a Casa Civil da Presidência, o decreto que faria a alteração para o dia 18 não foi publicado no “Diário Oficial da União”. Conforme o apurado pela TV Globo, a mudança não foi concretizado em nome da “segurança jurídica”, em razão do decreto já publicado.

Segundo a Abear, a mudança para o dia 14 de novembro causaria prejuízos as empresas aéreas do país. A estimativa da entidade era de que 42 mil voos poderiam ser afetados e pelo menos 3 milhões de passageiros seriam prejudicados.

Em dezembro de 2017, o presidente Michel Temer encurtou o período de duração do horário de verão (que começava em outubro). Ele atendeu ao pedido do Tribunal Superior Eleitoral, para que o início do horário de verão não coincidisse com a data das eleições.

O governo manteve como data final do horário de verão no terceiro domingo de fevereiro de 2019 (dia 17).

Na última segunda-feira (15), um problema com a operadora TIM causou confusão e fez muita gente acordar mais cedo. Isso porque os aparelhos celulares – em sua maioria Iphones – entraram no horário de verão de forma equivocada. Com isto, muitos acabaram despertando antes do previsto, achando que já era hora de partir para os compromissos.
Da Redação/ Foto; reprodução
17, outubro, 2018|