Fórum de Cuiabá será climatizado para dar mais conforto à população

Já estão em andamento os processos para climatizar o Fórum Desembargador José Vidal, localizado em Cuiabá. A ação vai permitir melhor qualidade de vida a todos que frequentam o espaço.

O fórum foi construído em 2005 com uma disposição parcialmente aberta de forma que pudesse ser sustentável. Entretanto, com o passar dos anos e o aumento da temperatura média global, o Poder Judiciário percebeu a necessidade de tornar o espaço mais confortável a magistrados, servidores, operadores da Justiça e também aos jurisdicionados que vão em busca de seus direitos. Atualmente, o fórum recebe cerca de duas a três mil pessoas diariamente em Cuiabá.

O juiz-diretor Luís Aparecido Bortolussi Júnior, destaca que a climatização é uma questão óbvia e de necessidade primária. “Nos já começamos as ações para a climatização. A primeira foi conseguir autorização expressa do criador da obra, que por conta dos direitos autorais, precisava nos dar a concessão. Também o desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha já autorizou a modificação necessária”, destaca.

Ele afirma que já foi contratada empresa para fazer o projeto de modernização que será implementado, e assim, ter os parâmetros necessários para a realização da contratação. “A pretensão é que as obras sejam iniciadas antes do final do ano, primeiramente, pela área criminal e o término deve ocorrer ainda durante a gestão do desembargador Carlos Alberto.”

Petição – A climatização vai atender a um anseio dos advogados que trabalham em Cuiabá. Na manhã desta sexta-feira (22 de fevereiro), na sede da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT), o presidente da instituição, Leonardo Campos, entregou à desembargadora Maria Helena Póvoas uma petição com cerca de 4000 assinaturas requerendo a climatização da unidade judiciária.

A magistrada recebeu o pedido e classificou como uma demanda legítima. “Não podemos deixar de pensar nas pessoas que ficam esperando pela audiência nos corredores do Fórum. Ali não tem climatização e eles acabam ficando no calor nada ameno que temos em Cuiabá.”

Também estavam presentes na entrega da petição, o desembargador-corregedor da Justiça, Luiz Ferreira; o juiz auxiliar da Presidência, Agamenon Alcântara Moreno Júnior; o juiz-diretor do Fórum da Capital, Luís Aparecido Bortolussi Júnior; e a juíza auxiliar da vice-presidência, Adriana Sant Anna Coninghan.

Redação JA

Por;Keila Maressa/ Fotos: George Dias

24, fevereiro, 2019|