“Espero que Bolsonaro respeite as instituições”, diz corregedor nacional

29/10/2018 – Pouco depois da divulgação de que Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito presidente, o corregedor nacional de justiça, ministro Humberto Martins, afirmou que espera que o militar da reserva respeite as instituições.

Martins espera que, como presidente, Bolsonaro cumpra a Constituição.
José Cruz/Agência Brasil

À ConJur, o ministro afirmou que a democracia ganhou e que espera que o novo presidente esteja voltado para os direitos dos cidadãos no cumprimento da Constituição Federal.

“Espero que o governo eleito exerça uma cidadania plenamente respeitando o funcionamento das instituições. Além disso, que haja entendimento nacional em prol do crescimento econômico do país e respeitando a cidadania”, disse.

O ministro afirmou ainda que não daria uma opinião pessoal acerca dos resultados, uma vez que o papel do corregedor se “restringe a corrigir magistrados”.

Respeito aos vencidos
Mais cedo, por meio de nota, o ministro criticou Bolsonaro, que em um comício de campanha, falou que faria uma limpeza no Brasil e que simpatizantes do PT teriam que deixar o país ou seriam presos. “Há vencedores e vencidos. Vivemos no regime democrático de Direito, com a devida observância aos objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil, definida na Constituição Federal”, afirmou.

Conjur/ Foto principal Reprodução
29, outubro, 2018|