Elas só existem se forem vistas através das lentes da tecnologia, ressalta diretor da FESMP-MT sobre crianças e adolescentes aptos para adoção

O diretor da Escola Superior do Ministério Público de Mato Grosso
(FESMP-MT) e promotor de Justiça, Joelson de Campos Maciel, manifestou
apoio à Associação de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara), diante da
polêmica causada a respeito do evento “Adoção na passarela”, desta
terça-feira (21/5), com crianças e adolescentes aptos à adoção, em
Cuiabá.

“A questão deve ser debatida com muita responsabilidade. Criança não é
mercadoria. O que se fez ali foi aumentar a visibilidade da criança e do
adolescente num mundo que gira em torno dessa necessidade. Elas só
existem se forem vistas através das lentes da tecnologia. É preciso usar
também desses mecanismos em shopping, em facebook, em campanhas do
futebol para que se aumente o apoio à causa da adoção. Quem sabe agora,
com essa polêmica, as pessoas consigam discutir mais o problema; abram
os corações e os lares para as crianças que precisam muito”, ressaltou.

Dados – Números da Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja), até 29
de abril de 2019, mostram que existem 948 pretendentes habilitados para
adoção; 569 crianças e adolescentes acolhidos; 75 crianças e
adolescentes disponíveis para adoção e 81 unidades de acolhimento em 65
Comarcas de Mato Grosso.

Organização do evento

Conforme a organização da Ampara, as crianças e adolescentes foram
consultados se gostariam de desfilar e estavam acompanhados de adultos
(padrinhos e pretendentes). Os juízes das Varas da Infância de Cuiabá e
Várzea Grande, Gleide Bispo Santos e Carlos José Rondon Luz,
respectivamente, autorizaram e estavam no evento.

Na primeira edição do “Adoção na Passarela”, realizada em Várzea Grande
em 2016, um casal conheceu duas irmãs no local, desfilou com ambas e as
adotou depois. Nesta edição, desfilaram como uma família (foto do
folder).

Outros projetos

A Comissão Judiciária de Adoção de Pernambuco possui canal no facebook
(Ceja-PE) para divulgar fotos e perfis de crianças e adolescentes aptos
à adoção. Veja neste link:
https://www.facebook.com/cejapernambuco/photos/a.1593598447609266/2028893677413072/?type=3&theater

O Sport Clube Recife há três anos lançou o “Adote um pequeno torcedor”
para divulgar vídeos com crianças e adolescentes. Um deles foi adotado
por um casal de Minas Gerais. Veja a história no link:
https://youtu.be/9LZ71m2UOoM

Assessoria de Imprensa FESMP

23, maio, 2019|