Dias Toffoli cumpre agenda em Cuiabá e destaca importância do Judiciário

Pela primeira vez em Cuiabá como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o ministro Dias Toffoli cumpriu extensa agenda nessa quinta-feira (18 de julho) em visita a tribunais de Mato Grosso. O primeiro encontro institucional foi pela manhã, na sede do Tribunal Regional do Trabalho 23ª Região, seguido por visita ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso. À tarde, ele visitou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) e a sede da Seção Judiciaria da Justiça Federal do Estado.

 

Mato Grosso é o 10º Estado visitado pela comitiva do ministro e, segundo explicou, a finalidade é ter maior proximidade com a justiça local. Durante os encontros, ele ouve o público interno para conhecer as demandas de cada unidade jurisdicional.

 

No TRT, o ministro foi recepcionado pela presidente da Corte Trabalhista, desembargadora Eliney Veloso, desembargadores, juízes convocados e representantes do Ministério Público do Trabalho (MPT). Posteriormente, Dias Toffoli se reuniu com servidores e magistrados no auditório do Tribunal Pleno. “O Judiciário está onde está o cidadão, atendendo a população no seu dia a dia, por isso é importante ouvi-la, exatamente a magistratura de Primeira Instância, os tribunais locais, quais são suas realidades, suas demandas e suas dificuldades.”

 

Toffoli falou também dos focos e eixos de sua gestão frente ao STF e CNJ: eficiência, transparência e responsabilidade da função jurisdicional para atingir a pacificação social. “O maior objetivo da justiça é a pacificação dos conflitos e, em particular da justiça do trabalho, um equilíbrio da pacificação na relação entre empregadores e empregados no mercado de trabalho”, pontuou.

 

Como ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro destacou a honra em visitar a Justiça Eleitoral. Na Casa, ele foi recebido pelos desembargadores Gilberto Giraldelli (presidente), Sebastião Barbosa Farias (corregedor) e Marilsen Addario (desembargadora em substituição), juntamente com uma comitiva de juízes eleitorais e servidores.

 

Durante a passagem, Toffoli foi agraciado com a Medalha do Mérito Eleitoral, ofertada apenas àqueles que prestaram relevantes serviços para a Instituição, e também com uma placa de agradecimento pela deferência ao Órgão. “Conhecemos o trabalho do senhor ministro e sabemos que sua administração é assinalada por uma presidência marcante. A medalha é simples, mas é um reconhecimento pela passagem do senhor à frente do Tribunal Superior Eleitoral e é uma satisfação entregar essa medalha às suas mãos”, explicou Giraldelli.

 

O ministro agradeceu as lembranças e se colocou, juntamente com sua equipe, à disposição da Instituição. “É uma honra estar no TRE de Mato Grosso. A Justiça Eleitoral brasileira é uma das mais ágeis e faz uma das maiores eleições do mundo. Juntas, nossas equipes conseguirão trabalhar por uma justiça cada vez mais eficaz”, afirmou.

 

Na Justiça Federal de Mato Grosso, o ministro Dias Toffoli e equipe foram recepcionados pelo juiz-diretor, Pedro Francisco da Silva, e outros 10 juízes federais. O presidente do STF abriu a reunião oportunizando aos magistrados uma conversa franca sobre as dificuldades que a magistratura enfrenta no Estado. Ele aproveitou para ressaltar a importância em trabalhar de forma uníssona em prol dos cidadãos, de forma que haja sempre transparência, responsabilidade e rapidez para atender a uma sociedade cada vez mais conectada e exigente.

 

O anfitrião da Justiça Federal apontou a satisfação em receber Toffoli e poder dialogar abertamente. “Tivemos a honra de receber o ministro e, principalmente, pela cordialidade do dele em nos fazer essa visita, oportunidade ímpar de dialogar com o presidente do Poder Judiciário em uma conversa franca. Hoje, tivemos oportunidade de apresentar as nossas demandas e nossas dificuldades, principalmente daqueles magistrados que estão na ponta da prestação jurisdicional em um estado complexo como Mato Grosso. Esse é um ganho, sobretudo pela oportunidade de troca de experiência e conhecimento.”

 

Por; Dani Cunha/Keila Maressa

Fotos: Jana Pessôa/Secom-MT; Ulisses Lalio e Lucas Silva

Coordenadoria de Comunicação do TJMT

19, julho, 2019|