Detran-MT e PM orientam clientes em bares e restaurantes

Uma ação educativa realizada por agentes do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) e do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar marcou o fim de semana, em Cuiabá, ao buscar orientar clientes de bares e restaurantes para evitar o consumo de bebidas alcoólicas quando forem dirigir.

Na ação, os agentes abordaram cerca de 200 consumidores oferecendo a realização do teste de alcoolemia, o chamado teste do bafômetro, e orientando para que não dirigissem, caso o resultado do teste fosse positivo, uma vez que poderiam ser flagrados em blitz da Lei Seca, o que acarretaria em consequências, como multa e apreensão do veículo.

“A ação ‘amigo da rodada’ não tem a intenção de punir os condutores, mas sim de alertar para que mesmo quando a pessoa acredita que o consumo de bebidas alcoólicas tenha sido baixo, já está arriscando a própria vida e dos demais e que já está incorrendo em infração gravíssima. Nossa intenção é a de incentivar que os consumidores pensem em uma forma segura de retornar para casa, então daí a escolha do ‘amigo da rodada’, que é aquela pessoa que não bebeu e levará os demais para casa, ou para um meio de transporte alternativo”, explicou a gerente de Ações Educativas do Detran-MT, Rosane Polzl.

O segundo tenente do Batalhão de Trânsito da PM, Carlos Sanches, destacou que o consumo de álcool é o principal causador de acidentes de trânsito e acidentes fatais. Além disso, o flagrante decorre em infração gravíssima, com multa no valor de R$ 2.934,70, que pode ser aplicada em dobro, caso haja reincidência.

“Atualmente, se o condutor for flagrado no teste do etilômetro com índice de alcoolemia entre 0,04 mg/l e 0,33 mg/l, será enquadrado no artigo 156 do Código de Trânsito e terá a carteira de habilitação apreendida, podendo ter o veículo apreendido, caso não apresente um condutor habilitado, além da multa. Se o índice for superior a 0,34 mg/l, o condutor poderá ser preso, com enquadramento pelo Código de Trânsito”, pontuou Sanches.

Para o administrador de empresas, Celso Ubirajara, a ação é necessária, principalmente, pelo foco na orientação aos consumidores para os riscos de aliar direção veicular ao consumo de bebidas alcoólicas.

“É muito importante que tenhamos ações como essa. Eu sempre costumo vir tomar minha ‘cervejinha’, mas escolho locais próximos de onde moro e venho sempre a pé, para não correr nenhum risco na volta para casa”, disse ele.

Já a advogada Gyselle Schwind, elegeu a amiga Eliane como a ‘motorista da rodada’. Gyselle e Eliane fizeram o teste do bafômetro. A primeira estava consumindo bebidas alcoólicas e teria sido multada, caso fosse flagrada em alguma fiscalização. A segunda teve o resultado negativo.

“Mas quando não temos um ‘motorista da rodada’ na mesa, sempre voltamos para casa através dos aplicativos de transporte. O que não podemos é deixar de encontrar os amigos, mas sempre com a segurança em primeiro lugar”, concluiu a advogada.

 

Redação JA/  Foto: Tchélo Figueiredo | Secom MT
Por; Carol Sanford | Secom-MT
29, abril, 2019|