Crédito cobrado via cartório é gratuito, rápido e protesto somente é cancelado com autorização do credor

Você é credor e possui um título ou documento de dívida que comprove a inadimplência de uma pessoa? Sabe que essa cobrança pode ser feita de forma gratuita (é da pessoa inadimplente o dever de arcar com os emolumentos dos cartórios), rápida e segura diretamente nos Cartórios de Protesto e também de forma online?

O Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil Seção Mato Grosso (IEPTB-MT), que representa todos os 79 Cartórios de Protesto do Estado, informa que os credores (pessoas físicas e/ou jurídicas) têm à disposição o protesto extrajudicial.

Esse serviço é responsável por contribuir para a redução da inadimplência e os índices de recuperação de crédito de títulos privados chegam a 65%. “Os resultados obtidos têm sido excelentes e, aliado a isso, os credores têm a segurança de que o protesto extrajudicial interrompe a prescrição da dívida. Isso significa que a dívida, caso não seja quitada, permanecerá fazendo parte da vida da pessoa até o dia que ela entender por bem efetuar o pagamento”, enaltece a presidente do Instituto de Protesto, Velenice Dias.

Ela acrescenta que os títulos e documentos de dívida podem ser apresentados para protesto de forma presencial (diretamente nos cartórios) e de forma online. “Todo o trâmite é feito pela Central de Remessa de Arquivos (CRA), serviço disponibilizado pelo Instituto responsável pelo gerenciamento do apontamento até seu cancelamento”, destaca.

Convênios

Podem firmar convênios com o Instituto de Protesto condomínios, escritórios de advocacia, de contabilidade e outros ramos profissionais, conselhos de classe, prefeituras, procuradorias de fazenda nas esferas municipal, estadual e federal, instituições financeiras, indústria, comércio, empresas, dentre outras entidades.

Para ser parceiro do Instituto e/ou saber mais detalhes de como enviar títulos e documentos de dívidas a protesto, entre em contato pelo telefone (65) 3621-3046 ou mande e-mail paracomercial@protestomt.com.br.

Assessoria de Imprensa IEPTB-MT

Foto; Reprodução

27, agosto, 2019|