Corregedoria Presente percorre comarcas e mantém contato direto no interior

As ações para a melhoria de desempenho, com foco em resultado prosseguem com o Programa Corregedoria Presente que esteve, na terça e quarta-feira (1º e 2 de outubro), nas comarcas de São Félix do Araguaia (Polo IX) e Alta Floresta (Polo IV), respectivamente. A intenção é percorrer todos os polos de Mato Grosso para manter contato direto com magistrados e servidores para saber da realidade local e levar informações para subsidiar e melhorar as rotinas de trabalho, o cumprimento de metas para a efetividade dos serviços prestados.

O corregedor-desembargador Luiz Ferreira da Silva esteve nas comarcas com os juízes auxiliares Gerardo Humberto Alves Silva Junior e Edleuza Zorgetti Monteiro da Silva e o servidor do Departamento de Aprimoramento da Primeira Instância (Dapi), Reginaldo Cardozo.

Nas reuniões de trabalho no interior, a equipe da Corregedoria-Geral de Justiça do Estado apresenta diversos indicadores como metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a serem cumpridas, taxas de congestionamento, além da apresentação da ferramenta Omni, criada pela própria Corregedoria, que vai auxiliar na análise de informações nos gabinetes dos magistrados para a tomada de decisão.

Para a juíza Cristina de Almeida, diretora da Comarca de São Félix do Araguaia (1.200 km ao sul de Cuiabá), o encontro foi muito produtivo. “Com o Omni passaremos a ter controle sobre os processos, quais são eles, o tempo que estão parados, os que ainda não foram dados cumprimento e servirá também para orientarmos as secretarias. Um mecanismo muito eficaz que vai nos auxiliar”.

De acordo com a magistrada, a ida do corregedor até as unidades do interior é um incentivo e mostra a preocupação dele com os juízes e com o desenvolvimento das comarcas. “O corregedor Luiz Ferreira ouviu todos os juízes do polo para buscar soluções, sanar algumas questões, na medida do possível. Isso é uma forma dele visualizar o que realmente acontece nas comarcas, principalmente naquelas mais afastadas”.

Na Comarca de Alta Floresta (803 km ao norte de Cuiabá) a juíza Milena Ramos de Lima e Souza Paro também classificou como bastante produtiva a iniciativa do contato entre Corregedoria e juízes do polo, promovendo maior aproximação. “Tive uma excelente visão desse encontro que vai contribuir para aprimoramento da prestação jurisdicional e do desempenho dos magistrados, além da melhoria da rotina de trabalho”.

A magistrada ressaltou também a importância da ferramenta Omni, que dá aos juízes a “possibilidade de poderem exercer a efetiva gestão do gabinete, sobre a quantidade e tipo de processos que lá tramitam, poder ter visão melhor e mais aprofundada de cada unidade e certamente implica na obtenção de melhores resultados”, finalizou.

Gestores das unidades judiciárias e assessores de gabinetes também participaram do encontro.

O programa já percorreu os polos de Cáceres, Diamantino, Primavera do Leste, Várzea Grande e Cuiabá, São Félix do Araguaia e Alta Floresta.

Os próximos locais a serem visitados pela equipe do Corregedoria Presente são:

– Juína (Polo X) em 17 de outubro;

– Sinop (Polo III) em 18 de outubro;

– Tangará da Serra (Polo VI) em 21 de outubro.

 

Por/ Dani Cunha

Coordenadoria de Comunicação do TJMT

3, outubro, 2019|