Conselho Seccional homenageia memória do ex-conselheiro José Vitor Gargaglione

14/12/2018 – A última sessão do Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) do triênio 2016-2018, na tarde desta quinta-feira (13), iniciou com a homenagem à memória do ex-conselheiro da Casa e procurador do Estado, José Vitor Gargaglione. Ele faleceu na madrugada do último dia 5, vítima de câncer. O Conselho já havia planejado a homenagem desde maio deste ano, enquanto o advogado ainda tratava a enfermidade, tendo em vista que o Conselho Seccional preza por homenagear os profissionais em vida.

    A diretoria da OAB-MT, em nome da advocacia mato-grossense, entregou ao membro da família Otávio Gargaglione, uma placa em homenagem aos serviços prestados pelo procurador ao exercício da advocacia.
    “Ele foi uma das maiores cabeças do mundo jurídico mato-grossense. Zé Vitor, como todos conheciam, todos que conviveram conheceram o astral positivo e afirmativo de José Vitor. E como foi uma tônica deste Conselho, sempre homenageamos pessoas em vida. A placa de homenagem inclusive data de maio deste ano, mas em razão do problema de saúde, não foi possível”, descreveu o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos.
    As palavras constantes na homenagem são “A dedicação e o compromisso com a advocacia deixam suas marcas eternizadas na nossa história e de toda a sociedade. Em reconhecimento a essa importante trajetória, a OAB-MT congratula e concede esta homenagem”.
    Otávio Gargaglione agradeceu, em nome da família, a homenagem prestada e relembrou um pouco a atuação do ex-conselheiro da Ordem. “Desde a faculdade já lutava muito, não só pelo direito do advogado, mas pelo direito de todos. Formou, atuou um pouco na advocacia privada, ingressou na Procuradoria Geral do Estado, onde lutou ainda mais pelo direito da advocacia pública. Trabalhou muito tempo como defensor público enquanto a Defensoria ainda não existia. Onde quer que ele esteja com certeza está muito feliz com essa homenagem”.
Assessoria de Imprensa OAB-MT
14, dezembro, 2018|