CCJ do Senado aprova três conselheiros indicados para o CNMP

A Comissão de Constituição, Justiça do Senado (CCJ) aprovou, nesta quarta-feira (29/5), os nomes de Lauro Machado, Rinaldo Reis e Oswaldo D’Albuquerque para o biênio 2019-2021 como conselheiros do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Plenário do Senado deve votar nomes em regime de urgência.
Jonas Pereira/Agência Senado

Os três nomes devem ir para votação do Plenário do Senado em regime de urgência por recomendação da presidência da CCJ. Depois disso, se aprovados, eles serão nomeados pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e empossados pela presidente do CNMP, Raquel Dodge.

Os sabatinados foram indicados para ocuparem as três vagas destinadas no CNMP aos Ministérios Públicos dos Estados. O único que busca a recondução é o promotor de Justiça do Estado de Goiás e atual presidente da Unidade Nacional de Capacitação do Ministério Público, Lauro Machado.

Membro do MP desde 1993, ele já foi procurador-geral de Justiça, presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG) e vice-presidente da Associação Nacional dos Membros do MP. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNMP.Foto; Reprodução

29, maio, 2019|