Cármen Lúcia e Raquel Dodge cantam “Não deixe o samba morrer” com Alcione

21/08/2018 – As lideranças do Judiciário, todas mulheres pela primeira vez na história do Brasil, se encontraram com a cantora Alcione durante evento de promoção da igualdade de condições, nesta segunda-feira (20/8), em Brasília. Para comemorar o evento, cantaram:

O vídeo foi publicado no Instagram da cantora. O padre Fábio de Mello, cantor com discos gravados, gostou do momento: “Tão bonito ver a desconstrução positiva dos que vivem sob a rigidez sisuda do poder. Em última instância, somos todos humanos, necessitados das mesmas alegrias, vítimas das mesmas agruras”.

Durante o evento, discutiram as diferenças no tratamento que homens e mulheres recebem, mesmo ocupando as mesmas posições. Desde 2016, as presidências do Supremo Tribunal Federal e do Superior Tribunal de Justiça, além da Procuradoria-Geral da União e da chefia da Advocacia-Geral da União, são ocupadas por mulheres. Cármen Lúcia, presidente do STF, e Laurita Vaz, do STJ, ficam no cargo até setembro. A ministra Rosa Weber, que não está no vídeo, acaba de assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral. Fica até 2020.

“Se somos maioria da população, é estranho que não sejamos nós respeitadas naquilo que há de mais central no direito, que é o respeito à dignidade humana. O direito de sermos iguais na nossa dignidade e diferentes na nossa individualidade”, declarou a ministra Cármen, durante o evento.

 

Por isso que a maioria dos processos no Brasil prescrevem, tudo acaba em samba, carnaval e cerveja🍻😂😍😁👇👇👇👇👇👇👇👇👇

Publicado por Manoelzinho Carvalho em Segunda, 20 de agosto de 2018

21, agosto, 2018|