Brasil joga bonito, goleia Peru e se classifica em primeiro

Cercado de incertezas após duas atuações pouco convincentes, a Seleção Brasileira fez provavelmente o seu melhor jogo pós-Copa do Mundo na tarde deste sábado, na Arena Corinthians. Diante do adversário mais forte do grupo e com uma torcida que rivalizou com a da casa nas arquibancadas, o Brasil fez 5 a 0 sobre o Peru, dominou as ações após um rápido gol de Casemiro e completou o placar: Firmino, Everton, Daniel Alves e Willian completaram o placar. Gabriel Jesus ainda perdeu um pênalti.

Comemoração do gol de Casemiro, do Brasil, marcado diante do Peru, durante partida válida pela 3ª rodada do Grupo A da Copa América 2019, realizada na Arena Corinthians, em Itaquera, zona leste da capital paulista, nesta sábado (22).
Comemoração do gol de Casemiro, do Brasil, marcado diante do Peru, durante partida válida pela 3ª rodada do Grupo A da Copa América 2019, realizada na Arena Corinthians, em Itaquera, zona leste da capital paulista, nesta sábado (22).

Foto: THIAGO CALIL/AGIF / Estadão Conteúdo

Com o resultado, a Seleção assegurou a primeira colocação do Grupo A com sete pontos, deixando os adversários estacionados com quatro, ainda sem uma definição se vai ou não passar à próxima fase. Com quatro pontos e -3 de saldo, a equipe andina ainda pode ser superada pelos outros terceiros colocados. A Venezuela, que derrotou a Bolívia, ficou com a segunda posição.

O Brasil agora espera a definição das chaves B e C para saber quem será o seu adversário. O terceiro colocado de uma delas será o seu rival, a princípio frente ao que tenha somado a melhor pontuação. Se passarem ambos no critério de melhores terceiros colocados, o time de Tite pega o que vier do C.

Gol revela Brasil avassalador

O jogo começou com um clima de rivalidade na Arena pela grande presença de peruanos no estádio, praticamente obrigando os brasileiros a serem mais participativos se não quisessem ver os visitantes dominarem a cantoria. A empolgação da galera parecia atrapalhar a Seleção, afobada, até que uma escapada de Daniel Alves originou um escanteio. Na cobrança, desvio de Thiago Silva e Casemiro concluiu à rede após confusão, abrindo o caminho apara um novo Brasil aparecer.

O time de Tite manteve uma marcação pressão e viu o adversário se complicar em falha de Gallese. O goleiro demorou a chutar bola para frente e deu tempo de Firmino abafar o lance, bloqueando o lançamento. A bola bateu no brasileiro, tocou na trave e voltou para ele, com muito espaço, driblar o arqueiro adversário e fazer 2 a 0, acabando com a parte mental da seleção peruana, perdida a partir dali.

Comemoração do gol de Firmino, do Brasil, segundo da equipe marcado diante do Peru, durante partida válida pela 3ª rodada do Grupo A da Copa América 2019, realizada na Arena Corinthians, em Itaquera, zona leste da capital paulista, nesta sábado (22).
Comemoração do gol de Firmino, do Brasil, segundo da equipe marcado diante do Peru, durante partida válida pela 3ª rodada do Grupo A da Copa América 2019, realizada na Arena Corinthians, em Itaquera, zona leste da capital paulista, nesta sábado (22).

Foto: THIAGO CALIL/AGIF / Estadão Conteúdo

Os comandados de Gareca ainda tentaram avançar as linhas e chegaram com perigo em falta cobrada por Guerrero, mas um outro erro de Gallese facilitou a vida do Brasil. Everton recebeu na esquerda, limpou para o meio e bateu forte. O goleiro, mal posicionado, não conseguiu chegar no canto direito e viu a bola balançar a rede mais uma vez. Até o intervalo, o jogo teve “olé” da torcida do que qualquer outra coisa.

O jogador Éverton do Brasil comemora gol durante a partida entre Peru e Brasil, válida pela Copa América 2019, na Arena Corinthians, em São Paulo (SP), neste sábado (22)
O jogador Éverton do Brasil comemora gol durante a partida entre Peru e Brasil, válida pela Copa América 2019, na Arena Corinthians, em São Paulo (SP), neste sábado (22)

Foto: Dhavid Normando / Futura Press

Pintura de Daniel Alves fecha o espetáculo

O ritmo de espetáculo da Seleção continuou na etapa final. Depois de algumas chances desperdiçadas por impedimento, a equipe de Tite achou seu caminho quando Daniel Alves tabelou duas vezes, recebendo a segunda de Roberto Firmino já dentro da área para chutar forte, alto, sem chances a Gallese. 4 a 0 e, de quebra, uma vaia enorme da torcida para Paolo Guerrero, com direito a gestos de tchau ao ser anunciada sua saída para a entrada de Gonzales.

Naturalmente, a Seleção diminuiu o ritmo com a vantagem e Tite passou a fazer trocas na sua equipe. Observando as raras, porém, perigosas escapadas da equipe, ele deu descanso a Filipe Luís, Casemiro e Philippe Coutinho, promovendo as entradas de Alex Sandro, Allan e Willian. O volante do Real Madrid, aliás, está suspenso para as quartas de final e, como Fernandinho está com dores no joelho direito, a mudança pode até ser um teste para o duelo eliminatório.

A partir dali ,os lances que mais agitaram a galera foram uma entrada forte de Advincula em Everton, que rendeu o cartão amarelo ao lateral peruano, e um chute mascado, porém perigoso de Gonzales, acompanhado de perto por Alisson ao passar rente à trave. Ainda deu tempo, porém, de Willian acertar um lindo chute de pé direito, no ângulo de Gallese, para fazer o quinto, e de Gabriel Jesus desperdiçar um pênalti sofrido por ele mesmo.

FICHA TÉCNICA

PERU 0 X 5 BRASIL

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Data: 22 de junho de 2019 (Sábado)

Horário: 16h(de Brasília)

Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina)

Assistentes: Hernan Maidana (Argentina) e Eduardo Cardozo (Paraguai)

Público: 42.317 pagantes

Renda: R$ 10.009.095,00

Cartões amarelos: Yotun, Advincula (Peru); Casemiro, Thiago Silva (Brasil)

Gols:

BRASIL: Casemiro, aos 12, Roberto Firmino, aos 19, Everton, aos 32 minutos do primeiro, Daniel Alves, aos oito, e Willian aos 45 minutos do segundo tempo

PERU: Pedro Gallese, Luis Advincula, Luis Abram, Miguel Araujo e Miguel Trauco; Yoshimar Yotún (Edison Flores), Renato Tapia, Andy Polo e Christian Cueva (Josepmir Ballon); Jefferson Farfan e Paolo Guerrero (Christofer Gonzales)

Técnico: Ricardo Gareca

BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís (Alex Sandro); Casemiro (Allan), Arthur e Philippe Coutinho (Willian); Gabriel Jesus, Everton e Roberto Firmino

Técnico: Tite

 

Por; Tomás Rosolino, Bruno Ceccon e Tiago Salazar
22, junho, 2019|