Anoreg-MT e Desenvolve MT avançam sobre regularização de imóveis da extinta Cohab

07/02/2019 – A Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg-MT) e a Desenvolve MT (antiga Agência de Fomento de Mato Grosso) se reuniram pela segunda vez, na manhã desta terça-feira (5 de fevereiro), na sede da Associação, com o intuito de prosseguirem com a viabilização do registro de cerca de 35 mil imóveis da extinta Companhia de Habitação de Mato Grosso (Cohab). O primeiro encontro ocorreu no dia 25 de janeiro.

Estiveram presentes na reunião a vice-presidente da Anoreg-MT, Velenice Dias de Almeida e Lima; os representantes do 5º Ofício de Cuiabá, José Teófilo Rondon; do 2º Ofício de Cuiabá, Márcia Cristina Stelatto; do 6º Ofício de Cuiabá, Maria Cleide Silva; do 1º Ofício de Várzea Grande, Carlos Vendrame; além do diretor-presidente da Desenvolve MT, Levi Saliés Filho, e sua equipe.

Os trabalhos começaram com as explanações dos representantes de ambas as instituições. Por parte da Anoreg-MT, foi explicado todo o trabalho realizado pelos notários e registradores e as dificuldades que encontram quando solicitados a procederem os registros e, por parte da Desenvolve MT, o que precisam fazer para facilitar a concretização desses atos.

“Os cartórios, muitas vezes, recebem documentos dos mutuários contendo informações desconexas. Um exemplo que inviabiliza a escrituração é o fato de a Caixa Econômica dar baixa na hipoteca em nome de terceira pessoa, responsável pela quitação do imóvel. Como os cartórios podem praticar determinado ato se o documento apresentado pelo mutuário apresenta nome de pessoa estranha ao processo? Não há como”, frisaram os notários e registradores.

Eles acrescentaram que uma alternativa para solucionar o caso é a Caixa Econômica dar baixa na hipoteca diretamente na matrícula mãe. Também ficou definido que casos específicos envolvendo viúvos, separados ou divorciados serão estudados de forma particular.

Os representantes da Desenvolve MT elogiaram a reunião. “Queremos otimizar o registro dos documentos dos mutuários, firmar entendimento padronizado visando proporcionar segurança a todos eles. Temos certeza que, com o exaurimento de muitas dúvidas nessa reunião, não teremos mais desgaste. Foi muito pertinente as observações feitas pelos notários e registradores e vamos nos atentar ao cumprimento de todos os detalhes elencados para impulsionar nosso Programa Endereço Certo”.

Assessoria de Imprensa Anoreg-MT/ Foto; Reprodução

7, fevereiro, 2019|