Alunos da Unic de Rondonópolis e Estácio de Cuiabá participam do TCEstudantil

Estudantes dos cursos de Direito da Unic, campus de Rondonópolis, e de Administração e Ciências Contábeis, da Faculdade Estácio de Cuiabá, participaram nesta terça-feira (24.09) do Programa TCEstudantil, desenvolvido pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso. Formado por cerca de 80 universitários do 1º ao 8º semestres, o grupo passou a manhã em visita técnica à instituição.

Servidor ”Bentinho” é homenageado pelo conselheiro

João Batista de Camargo

Na programação, o grupo participou de palestra sobre o TCE-MT, ministrada pelo auditor público externo, Marcelo Pereira da Silva, que tratou do papel institucional do TCE, áreas de atuação e estrutura operacional. A palestra sobre o Ministério Público de Contas foi conduzida pelo assistente do MPC-MT, Teófilo Márcio de Arruda Barros Júnior.

Na sequência das palestras, os estudantes participaram de uma roda de conversa em que puderam tirar dúvidas sobre os aspectos legais e operacionais das duas instituições, o TCE e o MPC.

O grupo conheceu ainda o Pleno do TCE e acompanhou o julgamento de alguns dos 65 processos de várias naturezas constantes da pauta da sessão ordinária do dia. Na ocasião, os alunos e professores das duas faculdades foram saudados pelo conselheiro interino João Batista de Camargo. O conselheiro, ao usar a palavra, fez uma homenagem ao colaborador Francisco Belmontes Bentinho, que trabalha na Consultoria Técnica do Tribunal.

O conselheiro lembrou que, por sua trajetória de vida, aos 77 anos de idade e apenas dois de bacharelado em direito, Bentinho é um exemplo para todos de determinação, vontade de aprender e superar desafios. “O senhor Bentinho é um grande exemplo, principalmente aos mais jovens, de que o estudo amplia horizontes, abre portas e enriquece a nossa vida”, pontuou o conselheiro.

 HOMENAGEM
 Clima de emoção marcou o discurso do servidor Francisco Belmontes Bentinho, que trabalha na Consultoria Técnica do Tribunal de Contas

A estudante Regismara Soares, aluna do curso de direito da Unic Rondonópolis, destacou que sua participação no TCEstudantil trouxe conhecimento sobre o TCE e o MPC, contribuindo para o seu crescimento pessoal e profissional. “Aqui tivemos a oportunidade de sair do campo teórico para a prática daquilo que aprendemos na sala de aula. Esta visita nos deu uma luz a mais. A gente ouve falar do TCE pela mídia e não tem uma ideia muito clara do que representa e qual o efetivo papel do TCE na organização do Estado. Estando aqui a gente tem esse gostinho de ver como é na prática o funcionamento e consegue perceber com mais objetividade a importância do Tribunal e do seu trabalho”, afirmou a universitária.

 SESSÃO PLENÁRIA: Acadêmicos acompanharam o julgamento dos processos

O aluno 6º semestre do curso de Ciências Contábeis da Faculdade Estácio de Cuiabá, Rafael de Souza Leite, por sua vez, destacou como mais interessante da visita técnica as informações sobre o trabalho realizado pelo MPC-MT. “Participar do TCEstudantil foi esclarecedor em vários sentidos e acabou sendo uma prospecção de mercado de trabalho. Achei muito interessante o papel desempenhado pelo Ministério Público de Contas e percebi que pode ser um campo de carreira interessante na área do serviço público, que é o meu foco para depois de formado”, disse o universitário.

O universitário Danilo Figueiredo, aluno do curso de Administração da Estácio, já conhecia o TCE mato-grossense, que visitou quando fazia o ensino médio na Escola Liceu Cuiabano, em 2002. Neste regresso, agora como estudante de um curso superior, ele salientou que a compreensão sobre a importância do TCE-MT é bem maior. “A gente sempre aprende algo novo visitando o TCE. Nesta visita, por exemplo, pude aprender bastante sobre o MPC e entender melhor como as duas instituições trabalham de forma conjunta em favor da sociedade mato-grossense e do Brasil”, frisou.

O TCEstudantil é um programa que abre as portas do TCE para que os nossos alunos possam vivenciar na prática conhecimentos teóricos e ter contato com a realidade de uma instituição fundamental para o controle externo da gestão pública, do destino dos recursos públicos e da qualidade dos serviços e políticas governamentais, assim como ganham experiências e acessam informações sobre como podem exercer de forma plena o controle social e sua cidadania”
______
Rafael Soares
PROFESSOR DE DIREITO

O professor de direito da Unic, Rafael Soares, exemplificou a importância da parceria do TCE com as universidades e escolas lembrando que o conhecimento, a educação, geram cidadania, reduzem a corrupção e promovem o respeito à coisa pública. “O TCEstudantil é um programa que abre as portas do TCE para que os nossos alunos possam vivenciar na prática conhecimentos teóricos e ter contato com a realidade de uma instituição fundamental para o controle externo da gestão pública, do destino dos recursos públicos e da qualidade dos serviços e políticas governamentais, assim como ganham experiências e acessam informações sobre como podem exercer de forma plena o controle social e sua cidadania”, pontuou.

O Programa TCEstudantil, implantado em 2000 pelo TCE-MT, é coordenado pela Secretaria de Articulação Institucional e Desenvolvimento da Cidadania (SAI), e há quase duas décadas contribui com a formação de valores fundamentais sobre a importância do exercício pleno da cidadania e o controle social para a correta aplicação do dinheiro pelos gestores de instituições públicas, sejam municipais ou estadual. Da Assessoria TCE

24, setembro, 2019|