Agência aprova aumento e tarifa do ônibus passa a custar R$ 4,10

01/01/2019 – O Conselho Participativo da  Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec) aprovou, na segunda-feira (31), o aumento de R$ 0,25 na passagem do transporte coletivo na Capital.

Com a aprovação, a tarifa – que atualmente custa R$ 3,85 – subirá para R$ 4,10, um aumento de 6,7%.O novo valor passa a valer a partir desta quarta-feira (2).

O Conselho Participativo Municipal, formado por 18 membros, é um órgão superior de representação e participação da sociedade na Arsec, que exerce o controle social dos serviços públicos de abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo, tratamento e destinação final de resíduos sólidos, transporte coletivo urbano e iluminação pública.

O aumento, que não deverá ser barrado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), foi proposto pela Arsec no início de dezembro.

No cálculo da tarifa, a Agência afirma levar em conta o preço do diesel, o custo para manutenção da frota de ônibus e a média salarial dos motoristas – somados a benefícios pré-fixados, conforme Convenção Coletiva de Trabalho -, assim como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que se refere a outras despesas.

A planilha do cálculo para o reajuste da passagem de ônibus aponta, por exemplo, que a média salarial dos motoristas – somados os benefícios – subiu de R$ 2.757 em 2017 para R$ 2.880 este ano.

Os gastos com combustível também aumentaram, uma vez que o valor médio do diesel em 2017, por exemplo, era de R$ 3,32 e passou para R$ 4,12, este ano, segundo o estudo.

O último reajuste da tarifa de ônibus foi concedido em janeiro de 2018, quando a passagem também aumentou R$ 0,25, passando de R$ 3,60 para R$ 3,85.

Atualmente, cerca de 250 mil cuiabanos utilizam o transporte coletivo, diariamente. A frota de ônibus corresponde a 330 veículos.

 

Po; THAIZA ASSUNÇÃO /MidiaNews

1, janeiro, 2019|