Advogado afirma que prisão não ‘revoga’ delação de empresário na Sodoma

O advogado Matheus Lima, responsável pela defesa do empresário Frederico Muller Coutinho, preso nesta quarta-feira (29) por suposto envolvimento com o jogo do bicho, afirmou que não há risco do seu cliente perder benefícios conquistados em colaboração firmada na Operação Sodoma. As linhas investigativas não guardam relação.

“Não vai ter qualquer tipo de vinculação”, garantiu o jurista nesta quarta. A afirmação foi exposta durante audiência de custódia. O magistrado Jorge Tadeu, da Sétima Vara Criminal, conduziu o ato.

Preso pela Operação Mantus, Frederico também é um dos delatores da Operação Sodoma, que investigou fraudes que resultaram na detenção do ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa.  Sentença na Sodoma destacou que o delator trouxe “à lume a forma como a organização agia quando da prática dos crimes de lavagem de dinheiro”.

 

Fonte;Olhardireto

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

29, maio, 2019|