Ações em prol de funcionários da Santa Casa em parceria com OAB-MT serão ampliadas

As ações empreendidas pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) em prol dos funcionários do Hospital Santa Casa de Misericórdia, que estão há meses sem receber salário desde que a unidade entrou em crise, serão ampliadas e ocorrerão até o fim deste ano. Além da campanha “SOS Funcionários da Santa Casa”, para arrecadação de alimentos não perecíveis, iniciada em abril, leilão, jogo de futebol beneficente, dentre outros movimentos contarão com a parceria da Comissão de Cultura e Responsabilidade Social da entidade, conforme relatou o presidente José Rodrigues Rocha Júnior.

“Eles estão passando necessidades. Os relatos que trouxeram pra gente hoje é que tem pessoas que já perderam carro porque ficaram sem pagar financiamento, foram despejados do imóvel alugado, outro foi preso porque não pagou pensão alimentícia. Ou seja, estão vivendo uma situação lastimável, e nós, enquanto membros da Comissão de Responsabilidade Social, temos que buscar fazer ao menos um pouco para amenizar isso”, descreveu o advogado depois de uma reunião realizada com um grupo de funcionários, na sede da OAB-MT, na última segunda-feira (6).

Para o final de maio está sendo organizado pela Comissão e os funcionários um leilão em que se espera arrecadar recursos às famílias. Peças de valor, como joias e objetos de músicos de sucesso nacional, já foram doadas para realização do leilão.

Outra ação será uma partida de futebol beneficente na Arena Pantanal, prevista para junho, com jogadores que integraram a seleção brasileira ganhadora do tricampeonato mundial em 1994. Nomes como Romário, Bebeto e Ricardo Rocha devem participar da partida. A renda dos ingressos e as doações de alimentos entregues na portaria serão revertidas aos funcionários do hospital.

Também está sendo firmada uma parceria com a Associação dos Supermercadistas de Mato Grosso (Asmat) para que cestas-padrão, criadas pelas empresas filiadas com itens essenciais, sejam adquiridas por consumidores para serem doadas aos trabalhadores da Santa Casa.  Os mercados também irão doar, conforme o presidente, as cestas-básicas.

“Até agora, não se sabe como os funcionários irão receber os salários, mesmo diante da intervenção do Estado. É uma pergunta que está no ar, mas as pessoas precisam comer todo dia”, acrescentou José Rodrigues.

O volume de alimentos já arrecadados pela campanha lançada pela OAB-MT será entregue aos funcionários no próximo dia 14. A instituição, junto com a Caixa de Assistência dos Advogados (CAA/MT), estabeleceu 10 pontos de coleta. A arrecadação continua até o fim do ano por meio das inscrições nos cursos e eventos ofertados pela Escola Superior de Advocacia de Mato Grosso (ESA-MT), anexa à OAB.

 

Redação JA/ Foto; Reprodução

9, maio, 2019|