Acadêmico da FESMP-MT estuda ineficácia da sentença devido à burocracia do Executivo

A “Ineficácia da sentença interdicta devido à burocratização excessiva pelo Poder Executivo” é o tema da monografia do advogado Daniel Torres como conclusão da Especialização em Direito Civil e Processo Civil da
Escola Superior do Ministério Público de Mato Grosso (FESMP-MT). O orientador foi o professor mestre Gustavo Dantas Ferraz.

Daniel Torres atua na área agrária e durante as aulas de Direito Possessório do professor doutor Fábio Caldas de Araújo teve conhecimento de casos no Estado em São Paulo que não obtiveram a eficácia da sentença
por excesso de burocracia. Percebeu situações semelhantes em Mato Grosso e decidiu pesquisar o tema.

O advogado conta que há poucas bibliografias a respeito e pretende aprofundar no tema em mestrado e publicar um livro. “As aulas do professor Fábio foram imprescindíveis e a orientação do professor
Gustavo foi essencial para a conclusão desse trabalho. Agradeço à Fundação Escola por toda estrutura proporcionada”.

O professor orientar Gustavo Dantas destacou que a “monografia apresentada buscou unir o tema jurídico ao estudo de caso, relacionando a teoria à realidade. Concluída a especialização na Fundação Escola, faço votos que o aluno prossiga em seus estudos acadêmicos, aprofundando cada vez mais suas pesquisas”.

Assessoria de Imprensa FESMP
imprensa@fundacaoescola.org.br
www.facebook.com/fesmp
Instagram: @escolasuperiormpmt
(65) 3363-0600 / (65) 99658-1800

17, agosto, 2019|