A importância das Metodologias Ágeis para o sucesso dos negócios

A modernidade tem trazido ao mundo novos desafios de gestão em absolutamente todas as áreas. O processo chamado de globalização encurtou distâncias e criou um “mundo sem barreiras”, onde a troca de informações virou praticamente instantânea.

 

A evolução proposta pelas Metodologias Ágeis

Nesse contexto de velocidade na comunicação e nas transformações sociais, aparecem as chamadas “Metodologias Ágeis”. Elas surgiram em 2001, através do chamado “Manifesto Ágil”, e foram desenvolvidas por programadores que queriam adequar o seu trabalho a um cenário de revolução digital.

Com o passar dos anos, os processos foram sendo adaptados para outras áreas. Hoje em dia, empreendimentos de quase todos os setores já se baseiam em metodologias ágeis para nortear o funcionamento do negócio.

As metodologias ágeis passaram a preconizar que papéis e processos internos são menos importantes que as interações entre os colaboradores. Além disso, o método transforma hierarquias e tenta colocar abaixo qualquer processo inflexível de tomada de decisões.

Sobre hierarquias, a tendência é que as lideranças sejam horizontais, e não de cima para baixo. Esse tipo de gestão acompanha o perfil dos chamados millennials (pessoas nascidas entre as décadas de 80 e 90) e da Geração Z (nascidos de 2000 para frente). As duas gerações são mais questionadoras e têm maior noção de urgência.

Além disso, esses jovens, que são cada vez parte mais significativa no mercado, também prezam pela diversidade. Nesse sentido, a metodologia ágil trabalha, principalmente na parte de Recursos Humanos (RH), com programas que incentivam a tolerância, contratação e a empatia com minorias sociais, como mulheres, negros e população LGBT.

Esse tipo de trabalho é realizado visando corrigir distorções do mercado nacional. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), somente 10% dos cargos de chefia no Brasil são ocupados por negros, sendo que eles representam mais de 50% da população do país, por exemplo.

 

Legal Experience

Como dito anteriormente, as metodologias ágeis já estão sendo aplicadas em praticamente todas as áreas. O Direito é, particularmente, uma área onde esse conceito tem crescido, graças principalmente a questões particulares.

O mundo jurídico tem uma natureza bastante burocrática, principalmente no Brasil. Os processos em papel, os registros em cartório, a necessidade da presença física dos operadores nos locais e outros fatores complicam a área. Novidades como a inteligência artificial, porém, já estão sendo adotadas e estão simplificando e otimizando a vida dos profissionais que orbitam o mundo da Lei.

E as metodologias ágeis aplicadas a esse setor são justamente a temática de um importante evento. Alinhado com as novidades que advogados, juízes e promotores precisam está o Legal Experience 2019 – 1ª Edição. Com o objetivo de ser uma oportunidade para debater a advocacia brasileira e a gestão jurídica, ele será realizado em 25 de abril, no hotel Renaissance, em São Paulo.

A temática do evento, organizado pela ESG Corp, será “Gestão Jurídica em Tempos Ágeis” e trará painéis interativos, palestras com grandes nomes do setor, salas para network e mais. A chamada “Experiência Show”, que será uma palestra gastronômica com o empresário e Chef Henrique Fogaça, mostrará uma forma inovadora de se pensar em gestão.

“O Legal Experience 2019, nasceu do propósito de reunir no mesmo lugar os principais líderes da advocacia brasileira para fomentar a discussão sobre a gestão estratégica”, diz Eliane Girão, sócia fundadora da ESG Corp e idealizadora do projeto.

Eliane afirma que a escolha do tema foi dada pensando sobre as mudanças de mentalidade trazidas pela modernidade.

“O evento é uma oportunidade para refletirmos os que os grandes escritórios de advocacia estão fazendo para vencer a concorrência e quais tecnologias eles usam. Além de debater o que as áreas de RH estão criando de novos projetos de inclusão para unir conhecimento técnico e inovação”, esclarece a idealizadora.

O Legal Experience é um evento jurídico diferenciado. Ele foi pensado para trazer novas experiências ao advogado moderno e transformar a visão sobre como relacionar-se com seus clientes e colaboradores, considerando o momento atual de grandes transformações com novas tecnologias e mudanças no cenário político e social do país.

“Em tempos ágeis, não podemos mais rotular as pessoas pela sua aparência, gênero, cor ou condição física. Em épocas como a nossa precisamos entender que a diversidade traz incríveis oportunidades para uma empresa”, pontua Girão.

O Legal Experience 2019 terá cinco painéis interativos que terão temas como: Inovação e Gestão; Gestão Jurídica em Tempos Ágeis; Legal Augmented Analytics – A evolução da inteligência jurídica; Diversidade – A Inclusão como Valor Estratégico; Empatia entre Escritórios e Jurídicos – O Networking que funciona.

Felipe Guimarães, especialista em Ciência de Dados, executivo da Oracle e um dos palestrantes, afirma que as tecnologias já estão circulando no meio jurídico e as empresas precisam ser disruptivas e adotá-las.

“A atualização dos advogados e seus processos passam diretamente pelo seu empoderamento de informações. Para tal, sabemos que a inteligência artificial, por exemplo, pode e deve ser usada pelos advogados para a tomada de decisões importantes. Cabe a todos nós discutir e planejar esta adaptação e evolução para os escritórios de advocacia”, defende.

O diretor de marketing da Advise Brasil, Arnaldo Rabelo, pontua sobre a importância do debate e principalmente sobre a escolha de modelos de gestão.

“Eventos como o Legal Experience são fundamentais para que o mercado possa conhecer e discutir as novidades que, realmente, impactam a rotina dos profissionais do Direito. Não importa o tamanho do escritório ou do departamento jurídico em que o advogado trabalha. Absolutamente todos são impactados pela gestão escolhida”, diz.

 

Da Assessoria

9, abril, 2019|